Fitness

Veja cinco dicas para mudar sua relação com a comida sem fazer dieta

A nutricionista Ivana Cobe garante que o ideal é ter uma alimentação equilibrada regularmente

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Quer perder peso sem sofrer com  o efeito 'sanfona'? A nutricionista Ivana Cobe, do 5S Estilo de Vida Saudável, garante que o ideal é ter uma alimentação equilibrada regularmente e não ficar refém das dietas. "O primeiro passo é o paciente entender que a questão não é o que ele come, mas por qual motivo ele come. Para isso, ele precisa se questionar: É mesmo necessário consumir isso? É para satisfazer as vontades da mente ou é uma necessidade física?", aconselhou Ivana.
 
Para te ajudar a melhorar sua relação com a comida, a nutricionista separou algumas dicas. Confira:

Foto: reprodução
1- Mude a mente
Você precisa mudar os hábitos alimentares e permitir que a mente entenda que o prazer também pode estar associado a alimentos e atividades saudáveis.

 "Estamos falando de mudanças difíceis de serem colocadas em prática, pois são muitos anos de uma relação equivocada com a comida, mas o importante é dar o primeiro passo. Uma dica para trilhar este caminho é buscar apoio de profissionais que ajudarão a pessoa a ter uma visão diferente e também a implementar mudanças de rotina".
 
2- Mantenha os novos hábitos
Um estudo de Jane Wardle, do University College de Londres, publicado no European Journal of Social Psychology, afirma que são necessários 66 dias para transformar uma atividade em algo automático. “Continue firme! Quanto mais vezes um comportamento positivo é repetido, mais o cérebro entende a nova ‘programação’ e passa a substituir antigos hábitos nocivos”.
 
3- Encare os problemas
A comida não pode ser utilizada como conforto para problemas ou dias estressantes. "A pessoa precisa se olhar por dentro e identificar os gatilhos emocionais que a levam a se alimentar de forma errada. Será muito difícil adotar um novo estilo de vida se a pessoa não assumir seus problemas e se predispor a realizar mudanças em diferentes aspectos de sua vida".
 
4- Coma o que tiver vontade, mas com consciência
Obter hábitos alimentares saudáveis não significa não comer mais guloseimas. “A pessoa pode comer o que quiser, contanto que tenha disciplina. Por exemplo, se quiser comer bolacha doce, pode comer uma, mas não o pacote inteiro". A nutricionista ainda explicou que quando você comer algo muito calórico não precisa sentir culpa, é só seguir a rotina saudável.



5- Anote e compartilhe o que come

Pode até parecer estranho em um primeiro momento, mas relatar em um caderno tudo o que é consumido nas principais refeições faz toda a diferença, pois traz consciência sobre aquilo que é ingerido.
 
“Compartilhar os pratos, seja com uma amiga, profissional ou até mesmo nas redes sociais, gera ainda mais motivação para continuar firme na reeducação alimentar”, completou Ivana Cobe.