Fitness

Veja os benefícios de incluir frutas secas e castanhas na alimentação

Além de impedir que você coma besteira no intervalo das refeições, esses alimentos trazem uma série de benefícios para saúde

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

As frutas secas e as castanhas são excelentes opções de lanches intermediários. Além de impedir que você coma besteira no intervalo das refeições, esses alimentos trazem uma série de benefícios para saúde devido as suas propriedades nutricionais. Você pode consumir elas separadamente, como acompanhamento de um iogurte e até usar na preparo de sobremesas.

A Mundo Verde listou algumas opções de frutas secas e castanhas e explicou seus respectivos benefícios.

Foto: reprodução / Grand Gru
1. Amêndoa: possui ômega-3 e ômega-6, além de vitaminas A, C e E, vitaminas do complexo B, minerais como cálcio, potássio, sódio, zinco, fósforo, ferro.      

2. Amendoim: rico em minerais tais como o fósforo, potássio, magnésio e sódio, além de proteínas, vitamina E, B3 (niacina) e arginina.        

3. Avelã: contém ômega-3, ômega-9, vitamina A, vitamina C e minerais como o cálcio, magnésio e o boro, este último, pode ajudar na prevenção da osteoporose.

4. Castanha de caju: são ricas em vitaminas do complexo B, selênio, magnésio e vitamina E.

5.Castanha do Pará: também conhecida como castanha do Brasil, é um dos produtos mais conhecidos e consumidos no mundo. Possui alto teor de selênio, ou seja, a ingestão de duas castanhas por dia, é capaz de atingir a recomendação diária de selênio, nutriente com alto poder antioxidante.

6. Macadâmia: possui minerais como o potássio, fósforo, magnésio, cálcio, sódio, ferro. Além da vitamina B3 e arginina, auxilia na manutenção dos níveis de colesterol e no funcionamento do intestino.

7. Nozes: possui ômega-3, que age na diminuição do colesterol ruim no sangue; rico em vitamina E e arginina, atuando na proteção as células das doenças cardiovasculares; contém minerais, como o cobre e zinco, importantes na formação da hemoglobina do sangue. Além disso, são reguladoras de insulina e açúcar no sangue.

8. Pistache: rico em proteínas, fibras e minerais como cobre, ferro, fósforo, magnésio, potássio, selênio, zinco. Possui vitamina A, B1 (tiamina), B2 (riboflavina), B6 (piridoxina), que ajuda na formação de neurotransmissores como a serotonina. Possui fitosteróis, substância que atua na redução dos níveis de colesterol ruim. Contém luteína (um carotenoide presente nas verduras escuras), betacaroteno (age na formação da vitamina A) e gama-tocoferol (que é a principal forma de vitamina E).

9. Ameixa preta: rica em fibras, vitamina A, do complexo e minerais como o cálcio e ferro e fósforo.



10. Banana passa: rica em proteínas de origem vegetal, glicídios, e minerais como ferro, magnésio, cálcio e magnésio, que ajuda na contração muscular. Contem vitaminas do complexo B (B1, B2 e B6), vitamina A e triptofano.

11. Damasco: rico em fibras, betacaroteno, vitamina C, B1, B2 e minerais como o potássio, cálcio, cobre e ferro.

12. Tâmara: ricas em fibras, vitamina A, e vitaminas do complexo B, principalmente a vitamina B5 (ácido pantotênico), que estimula a formação de melatonina, ou seja, pode ajudar no combate a insônia e alivio do estresse. Além disso, possui minerais como o cálcio, potássio, ferro, cobre e magnésio.

13. Uva passa: rica em fibras e antioxidantes, como os polifenois, evitando o envelhecimento precoce, além de ser fonte de resveratrol, que contribui para melhora da circulação sanguínea.