FLICA

Doação de livros, bate-papo e sarau: confira a participação da Secult na Flica 2019

Evento gratuito será realizado entre os dias 24 e 27 de outubro

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

A 9º edição da Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica), considerado o maior evento literário da Bahia e que conta com patrocínio do Governo do Estado via Fazcultura, vem repleta de atividades entre os dias 24 e 27 de outubro. Além de patrocinar o evento, a Secretaria de Cultura da Bahia (SecultBA) participa da programação e estará presente na Casa Educar Para Transformar, instalada na Fundação Hansen Bahia, por meio de suas unidades vinculadas, a Fundação Pedro Calmon e a Fundação Cultural do Estado da Bahia. A programação é dedicada à troca de experiências e incentivo à leitura.

Foto: Divulgação

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA DA FLICA

FPC na Flica

Unidade da SecultBA responsável pelas polícias de incentivo ao livro e leitura, a Fundação Pedro Calmon estará presente por meio de ações como o Leia e Passe Adiante, que visa estimular o hábito de ler através da doação de livros.

O diretor geral da FPC, Zulu Araújo, vai mediar a primeira mesa de debates da Flica, Cartografias do Brasil Contemporâneo. Juntamente com as autoras Lilia Moritz Schwarcz e Eliana Alves Cruz, Zulu considera que a Festa literária de Cachoeira “já é uma referencia nacional no campo da literatura e transformou-se, nos últimos nove anos, em um dos principais eventos literários do país”.

Outra opção é a roda de conversa com as pesquisadoras Luciana Brito e Isabel Cristina Reis. A atividade terá como tema de debate o livro Escravidão no Recôncavo. A ação acontece na Sala Gaiaku Luiza, às 10h, na sexta-feira (25).

Já no sábado (26), às 14h, no auditório Tia Ciata, da Fundação Hansen, é a vez do pesquisador Vilson Caetano debater sobre o livro Corujebó. A pesquisa da obra foi realizada no Arquivo Público do Estado da Bahia (APEB), com apoio da FPC, e fala sobre intolerância religiosa entre os anos de 1938 e 1976.


Neste mesmo dia, também às 14h, o espaço Quintal Mãe Stella de Oxóssi vai reunir o público com os autores Alessandra Sampaio, David Alves, Fausto Antônio, Jairo Pinto, Joceval Nascimento (Layê), Lidiane Ferreira e Luis Carlos de Oliveira 'Aseok`ynha', para o lançamento da coleção Cadernos Negros 41 – Poemas Afro-Brasileiros.

Enquanto isso, a Biblioteca de Extensão (Bibex) se instala na Praça Teixeira de Freitas, das 9h às 17h, para integrar a programação do Fliquinha e levar ao público infantil as contações de histórias, visita ao acervo da biblioteca, os jogos e brincadeiras dentre outras atividades.

Além dessas, outras atividades integram a programação cultural, como a exposição Poesia é Coisa de Mulheres, que reúne poemas sobre a vida e obra da baiana Myriam Fraga, e poemas escritos por ela.

Grafias eletrônicas
Na sexta-feira (25), a Fundação Cultural do Estado da Bahia vai lançar os 20 vídeos gravados para o Grafias Eletrônicas, projeto realizado em parceria com o Instituto de Rádio e Difusão Educativa da Bahia (IRDEB). O lançamento e um sarau com autores participantes do projeto vão acontecer às 11h, no Auditório da Casa Educar Para Transformar (Fundação Hansen Bahia).

“A proposta de lançamento dos vídeos e áudios do projeto na FLICA 2019 tem como objetivo o de se comemorar a realização da segunda edição do Grafias Eletrônicas, durante a Festa Literária de Cachoeira, aproximando o público presente da voz, das pausas e do ritmo destes artistas da palavra, celebrando assim a literatura tanto no vídeo quanto no corpo”, declara a coordenadora de Literatura da Funceb, Karina Rabinovitz.

Os vídeos e áudios do Grafias Eletrônicas terão exibições iniciadas no final de outubro, seguindo até os primeiros meses de 2020, nos intervalos publicitários da TV Educativa da Bahia, portal do IRDEB, Rádio Educadora, página virtual da Funceb e Sala Walter da Silveira (antecedendo a exibição dos filmes em cartaz).

“Tudo isso irá contribuir para a difusão dos artistas da palavra e da literatura baiana, criando diálogo com espaços contemporâneos, atingindo um público grande e diverso, incluindo pessoas não alfabetizadas”, conta Karina.

Durante a segunda edição do Grafias Eletrônicas a Funceb recebeu 184 inscrições de todo o estado, (62 do interior e 122 de Salvador). A comissão de seleção foi composta por Daniela Fernandes, Silvana Moura e Karina Rabinovitz.

Dos 20 selecionados desta edição, 8 textos e seus autores são do interior do Estado, dos municípios de Brumado, Ibotirama, Irará, Itaberaba, Juazeiro, Lauro de Freitas, Santa Cruz de Cabrália e Teixeira de Freitas. A etapa de gravações aconteceu em maio deste ano, no estúdio da TVE, com direção da jornalista e diretora de TV e cinema, Silvana Moura.

Os artistas da palavra que participação da segunda edição do projeto são Álamo Pimentel (A Moqueca de Carminha), Breno Fernandes (Sobre Chorar em via pública), Cléber Eduão (Poetas-Sementes), Danilo Lumiano (Por Favor), Denisson Palumbo (Metades), Donminique Azevedo (Por um fio encrespei), Elton Magalhães (Galope da Saudade Martelada), Erika Ribeiro (Inadequo-me), Fabi Carneiro da Silva (Terra Vermelha), Fabíola Cunha (Terra e Água Salgada), Nanda Leturiondo (Banho de Chuva), Jairo Pinto (Minha Canção do Exílio), Lorena Grisi (Cartografia), Márcia Soares (Saudade Envelhecida), Marcus Vinícius Rodrigues (A Primeira Noite), Nívia Maria Vasconcellos (Escarificação), Rilton Junior – “Poeta Com P de Preto” (Te Incomoda ver), Taise Dourado (Outra Volta-Gem), Tiago Chaves (Aposta), Valdeck Almeida de Jesus (Vendo).

FAZCULTURA
Parceria entre a SecultBA e a Secretaria da Fazenda (Sefaz), o mecanismo integra o Sistema Estadual de Fomento à Cultura, composto também pelo Fundo de Cultura da Bahia (FCBA). O objetivo é promover ações de patrocínio cultural por meio de renúncia fiscal, contribuindo para estimular o desenvolvimento cultural da Bahia, ao tempo em que possibilita às empresas patrocinadoras associar sua imagem diretamente às ações culturais que considerem mais adequadas, levando em consideração que esse tipo de patrocínio conta atualmente com um expressivo apoio da opinião pública.