FLICA

Flica: Doação de livros e bate-bapo são destaques da programação da Fundação Pedro Calmon

Feira literária acontece entre os dias 24 e 27 de outubro

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

A 9ª edição da Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica) está cheia de atividades. E a Fundação Pedro Calmon (FPC/Secult) participa da Flica, entre os dias 24 e 27 de outubro, com uma programação dedicada à troca de experiências e incentivo à leitura. Um exemplo disso é o Leia e Passe Adiante, projeto que visa estimular o hábito de ler através da doação de livros.

O diretor geral da FPC, Zulu Araújo, vai mediar a primeira mesa de debates da Flica, Cartografias do Brasil Contemporâneo. Juntamente com as autoras Lilia Moritz Schwarcz e Eliana Alves Cruz, Zulu considera que a Festa literária de Cachoeira “já é uma referencia nacional no campo da literatura e transformou-se, nos últimos nove anos, em um dos principais eventos literários do país”.

Foto: Ricardo Prado/Divulgação

Outra opção é a roda de conversa com as pesquisadoras Luciana Brito e Isabel Cristina Reis. A atividade terá como tema de debate o livro Escravidão no Recôncavo. A ação acontece na Sala Gaiaku Luiza, às 10h, na sexta-feira (25).

Já no sábado (26), às 14h, no auditório Tia Ciata, da Fundação Hansen, é a vez do pesquisador Vilson Caetano debater sobre o livro Corujebó. A pesquisa da obra foi realizada no Arquivo Público do Estado da Bahia (Apeb), com apoio da FPC, e fala sobre intolerância religiosa entre os anos de 1938 e 1976.

Neste mesmo dia, também às 14h, o espaço Quintal Mãe Stella de Oxóssi vai reunir o público com os autores Alessandra Sampaio, David Alves, Fausto Antônio, Jairo Pinto, Joceval Nascimento (Layê), Lidiane Ferreira e Luis Carlos de Oliveira 'Aseok`ynha', para o lançamento da coleção Cadernos Negros 41 – Poemas Afro-Brasileiros.



Enquanto isso, a Biblioteca de Extensão (Bibex) se instala na Praça Teixeira de Freitas, das 9h às 17h, para integrar a programação do Fliquinha e levar ao público infantil as contações de histórias, visita ao acervo da biblioteca, os jogos e brincadeiras dentre outras atividades.

Além desses, outras atividades integram a programação cultural, como a exposição Poesia é Coisa de Mulheres, que reúne poemas sobre a vida e obra da baiana Myriam Fraga, e poemas escritos por ela.

Serviço:
O quê: Fundação Pedro Calmon na Festa Literária Internacional de Cachoeira
Quando: De quarta-feira (24) a domingo (27) de outubro
Onde: Praça Teixeira de Freitas, Sala Gaiaku Luiza, Quintal Mãe Stella de Oxossi e dependências da Fundação Hansen, em Cachoeira