Futebol S/A

Bundesliga terá novo modelo de distribuição de receita das transmissões

Trata-se de uma tentativa da Federação Alemã de ajudar os clubes a administrar o impacto financeiro causado pela pandemia

Flankel Lima
- Atualizada em

A Liga Alemã de Futebol (DFL) mudará o seu modelo de distribuição de receita para os direitos de transmissão doméstico e estrangeiro a partir da próxima temporada. Trata-se de uma iniciativa para minimizar o impacto financeiro causado pela pandemia.

Um plano em duas etapas para as receitas geradas pelos novos contratos de direitos domésticos entre 2021/22 e 2024/25 está sendo implementado para a Bundesliga e a 2.Bundesliga. Durante as duas primeiras temporadas, uma parcela maior da receita de direitos nacionais será distribuída igualmente a partir dos 1.16 bilhão por ano a serem pagos pela emissora Sky Deutschland e pela DAZN.

Em 2021/22 e 2022/2023, 53% da taxa anual será dividida igualmente entre os times, e cairá 50% para as duas temporadas seguintes.

Ao longo das quatro temporadas, a distribuição da receita valerá pelo desempenho (42% subindo para 43%), desenvolvimento das categorias de base (3% subindo para 4%) e o interesse dos clubes (2% subindo para 3%), aumentando à medida que essa participação igualitária diminui.

Sob o sistema atual que iniciou em 2017, 70% da receita de direitos nacionais foi distribuída com base no desempenho do clube nas últimas cinco temporadas.

Por MKT Esportivo