Futebol S/A

O Botafogo do futuro

Alô botafoguenses, ao dormir ontem fui lá espiar o futuro. Tenho algo a contar pra vocês

Futebol S/A
- Atualizada em

Alô botafoguenses, ao dormir ontem fui lá espiar o futuro. Tenho algo a contar pra vocês:

Alô, botafoguenses. Ao dormir ontem, fui lá espiar o futuro. Tenho algo a contar pra vocês: o futuro não era 2020, era mais à frente, 2025. Mas, curioso que sou, olhei as manchetes destes anos que virão a partir do dia 12/12/2019. E tenho boas e más notícias. Logo de saída, SIM, o Botafogo cumpriu todo o processo e tornou-se um clube-empresa.

E aí vem a grande notícia de 2020: o clube conseguiu convencer investidores de que somos juridicamente seguros para acolher seus recursos e de que um clube com tanta tradição pode ser uma excelente alternativa para mostrar ao Brasil que este modelo pode dar certo. Porém, o primeiro ano será dificílimo, não pelos avanços fora de campo – estes já em curso –, mas pelo ritmo, pois caminham mais lentamente que o desejado pelos torcedores, atormentados por anos de penúria, somados a uma enorme expectativa de quem viu por tanto tempo o seu time agonizar.

Esse torcedor resolveu acreditar que tudo se resolveria como num passe de mágica. ​

Amigos, se há espaço para mágicos no futebol lá do futuro, felizmente estarão apenas em campo, encantando aos que amam esse esporte. Fora de campo nem mágicos, nem milagres.


Fizemos um estadual mediano, não fomos muito longe na Copa do Brasil e jogamos um Brasileiro digno, com alguns sustos, mas conseguimos manter salários em dia e o elenco comprometido até o fim. Classificamo-nos para a Copa Sul-Americana de 2021.

Títulos? Sim, mas os conquistados em 2020 serão da nossa torcida, faremos uma fantástica adesão ao programa de ST, contribuíremos maciçamente para o aumento da receita de PPV e, acreditem, numa verdadeira diáspora alvinegra teremos a melhor média de público dos últimos anos.

Foi lindo ver o que nossa torcida fez por esse clube num apaixonante engajamento, capaz de trazer patrocinadores para nós com o tamanho e a dimensão nacional que justificaram maiores investimentos no nosso Glorioso. Somos o Botafogo, mas pode nos chamar de O Mais Tradicional.

2020 acaba com boas manchetes, endividamento equacionado, menor que o

do final de 2019, sem penhoras pela primeira vez em muitos anos e Profut em

dia. Ah, estava quase esquecendo do nosso CT. Já treinamos por lá no 2o semestre e faremos a pré-temporada de 2021 na nossa casa.

Foi um ano perfeito? Claro que não, mas foi o primeiro ano após o renascimento. Os torcedores chegaram ao final dele mais familiarizados com o cenário e com expectativas mais ajustadas.

E o que aconteceu em 2022?

Ainda não posso contar.

A história deste clube de três séculos já é gigante, mas o que vem por aí consegue ser maior.

Marcelo Azevedo, sócio-torcedor do Botafogo. Sócio do Futebol S/A.

Nota: Na quinta-feira, dia 12 de dezembro de 2019, o Conselho Deliberativo do Botafogo aprovou o plano de negócios que autoriza o Conselho Diretor do clube a transformar o Botafogo em um clube empresa. Para muitos, inclusive para quem vos escreve, é o renascimento do clube. Confira notícia no site oficial aqui.