Gastronomia

Comer camarão sem tratá-lo faz mal pra saúde? Nutricionista explica

Confira dicas de como escolher e limpar o crustáceo

Isadora Sodré (isadora.sodre@redebahia.com.br)
- Atualizada em

Tratar todo o camarão é uma tarefa minuciosa que exige muita paciência e por isso, algumas pessoas, até deixam de lado todo o processo de limpeza do crustáceo. Mas, comer o camarão sem tratá-lo devidamente pode fazer mal para a saúde?

Foto: Divulgação/Elói Correa/GOVBA
Em entrevista ao portal iBahia, a nutricionista da clínica Emeg, Lua Ferrari, explicou se o camarão deve ser tratado antes de ser consumido, como a limpeza deve ser feita e quais são os benefícios de consumir o fruto do mar.  Confira:

Comer camarão sem tratá-lo faz mal pra saúde?
Sim! A tripa, linha preta dentro do camarão é uma víscera do crustáceo e deve ser retirada antes do cozimento. Acredita-se que ela possua restos de areia e uma concentração de chumbo e cádmio (este tanto por dentro quanto na casca). O cádmio tende a se acumular no corpo, principalmente nos rins e fígados, por um tempo estimado de 10 a 20 anos. Por este motivo, é importante tratar o crustáceo.

Não precisa evitar comer camarão, caso não tenha alergia a ele. É um alimento muito rico nutricionalmente e desde que seja feita a limpeza correta, o risco é mínimo.

Como saber se o camarão está bom para compra?
O camarão cru deve ser semitransparente, firme e com um pouco de brilho, sem qualquer odor perceptível.

Como escolher o produto e como armazená-los da melhor maneira?
Na hora de escolher o camarão, o mesmo precisa estar refrigerado entre 0 e 3° C. Camarões cozidos devem ser consumidos no prazo de 5 a 7 dias se acondicionados de forma correta no refrigerador. No congelador, eles duram em torno de 6 meses se bem acondicionados.    
 
Tem alguma dica pra retirar a 'tripa'?

Você consegue retirar a tripa dos camarões médios e grandes. Dos camarões pequenos é quase impossível. Não necessariamente deve retirar a cabeça. Se retirar, pode fazer molhos maravilhosos com ela. Inclusive, a cabeça e a casca são ricas em ômega 3 e em proteínas.   

Para retirar a tripa retirando a casca: retira a cabeça e depois puxa as “pernas” do camarão removendo a casca segurando a cauda. Depois, com a ajuda de uma faca afiada faz um corte no comprimento do camarão e retira a tripa com a própria faca ou com a ajuda de um palito de dente.  

Para retirar a tripa mantendo a casca: retirada a cabeça do camarão, faz o corte no comprimento dele com a faca bem afiada (mantendo a casca) e com o auxílio de um palito de dente retira a tripa. Dá para retirar as “pernas” com facilidade, abrindo um espaço delas com a casca.

Depois é só lavar bem em água corrente e preparar à gosto.

Quais são os benefícios do camarão?

É um fruto do mar que contém glicosamina, uma substância que reduz a velocidade do processo de desgaste das articulações. Ele possui uma proteína de alto valor biológico, ou seja, proteína completa que contém todos os aminoácidos que o corpo precisa. Além disso, é excelente fonte de vitaminas (Vitaminas do complexo B, vitamina D e E) e minerais (cálcio, zinco, potássio e iodo).

Essas vitaminas e minerais estão ligadas a diversos metabolismos importantes no corpo, inclusive naqueles que operam na prevenção de doenças neurológicas, na recuperação de lesões e no fortalecimento do sistema imunológico.

O crustáceo é uma ótima fonte de ômega 3 que é uma gordura importantíssima que ajuda na prevenção de doenças cardiovasculares, câncer e hipertensão arterial. Os dois modos de preparo mais indicados para preservar as propriedades mais benéficas são no vapor ou no forno.


Lua Ferrari - Nutricionista - CRN BA 16.091