Fitness

Quer secar a barriga? Então você precisa ver estes sucos

Na busca da barriga perfeita e livre de gorduras? Confira receitas

Redação iBahia
14/05/2016 às 17h05

3 min de leitura

Quem não deseja alcançar uma barriga sem gorduras? Além de uma alimentação equilibrada e a execução de exercícios físicos, a ajuda de um suco com a função de ‘secar barriga’ pode colaborar na obtenção do resultado. Confira as receitas mostradas pela Drª Karen Schlösser a revista ‘Vogue’:SUCO PARA ACELERAR O METABOLISMO
– 1 colher sopa de mate solúvel (não usar o copinho industrializado)
– 1 copo de 200ml de água, ½ maça sem semente
– ½ papaya, 1 banana prata
– 100ml de leite de soja
– gelo a gosto
Bata todos os ingredientes no liquidificador e sirva gelado.
Benefícios: este é um suco protéico, bastante energético e estimulante – o que garante o metabolismo a todo vapor. “O mate garante maior gasto energético, então é interessante para ser tomado pela manhã, especialmente se tomado antes da academia”, aconselha a nutricionista.

SUCO PARA DIMINUIR O INCHAÇO
– Suco de 1 lima da pérsia
– 3 xicaras de chá de melancia picada
– 10 folhas de capim cidreira fresco
Bata todos os ingredientes no liquidificador e coe.
Benefícios: “a melancia é um excelente estimulante, tem vitaminas A, C, E e K e todas as do complexo B, além de alta atividade diurética!”, revela a dra. Karen. “A lima da pérsia, por ser rica em antioxidantes, favorece a circulação linfática, sendo indicada para evitar retenções de líquidos e celulite. O capim cidreira confere melhora na digestão o que ajuda a reduzir a produção de gases intestinais responsáveis também pelo inchaço”, diz.

SUCO DIURÉTICO
– 2 fatias de melão com a semente (coar)
– 1 copo grande de chá de erva doce
Bata todos os ingredientes no liquidificador, adoce à gosto e sirva em seguida.
Rendimento: 480ml (2 copos)
Benefícios: “A combinação do melão e da erva doce garantem um conteúdo enorme de cálcio, que esta cada vez mais se tornando um mineral fundamental para o metabolismo, garantindo a perda de gordura, sobretudo abdominal”, conta a dra. Karen.