Juntos Pela Prevenção

Com app e teleatendimento, Bahia usa tecnologia para monitorar coronavírus

Serviços visam orientar população sobre a doença e evitar que pessoas com sintomas leves saiam de casa, desnecessariamente, para buscar unidades de saúde

Especial de Conteúdo

Oferecimento
No cenário de pandemia que estamos vivendo, o distanciamento social é uma das principais recomendações para evitar o avanço do novo coronavírus. Isso significa que manter-se isolado, se possível, ou manter a distância das pessoas é necessário, evitando qualquer tipo de aglomeração. Para atender a população evitando justamente o contato direto, foram criados na Bahia dois canais de comunicação e monitoramento: o Tele Coronavírus e o aplicativo Monitora.

Desde o final de março, os baianos têm a disposição o Tele Coronavírus, através do número 155. O serviço é idealizado pela Fiocruz e Ufba, com apoio do Governo do Estado, por meio das secretarias de Saúde (Sesab), de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), do Planejamento (Seplan) e da Infraestrutura (Seinfra). O objetivo do canal é prestar esclarecimentos à população, de forma ágil e rápida, evitando a circulação de pessoas que não precisam de atendimento em unidades de saúde em um primeiro momento. 

Foto: Camila Souza / GOV BA

Os atendimentos via telefone são feitos por estudantes de medicina do quinto e sexto ano, supervisionados por médicos, que irão escutar as demandas e fazer as orientações de acordo com protocolo inicial adotado pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) e pelo Ministério da Saúde. 

Monitora

Além do atendimento a população, a tecnologia também ajudará a monitorar a situação do novo coronavírus no estado. No último dia 9, o governador Rui Costa anunciou o lançamento do aplicativo Monitora. Através do app, pessoas com suspeita da Covid-19 poderão ter atendimento remoto, monitoramento e acompanhamento, sem sair de casa e expor outras pessoas ao vírus. 

Para baixar o aplicativo, é preciso fazer a busca digitando “monitoracorona”, com as duas palavras juntas, e fazer a seleção do aplicativo “Monitora Covid-19”, de cor azul, de autoria do “Governo da Bahia”, ou acessar diretamente este link

Pelo aplicativo, desenvolvido pelas secretarias de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e Saúde (Sesab), em parceria com a FESF-SUS, serão solicitadas informações sobre a saúde do usuário, e, caso seja identificado o risco, um médico entrará em contato em até 24 horas, pelo celular, orientando as medidas para o autocuidado, que devem ser adotadas no próprio domicílio, evitando que o paciente se dirija a uma unidade de saúde e se exponha sem que haja a real necessidade. Caso seja indicado, o médico informará qual o serviço de referência mais próximo.

O acesso à tecnologia é realizado por meio de um cadastro simples (nome, CPF, nome da mãe e número do cartão SUS) e, assim como o Tele Coronavírus, o Monitora também passará orientações e cuidados imediatos, como orientações sobre o isolamento social e serviços de saúde próximos.