Juntos Pela Prevenção

População baiana recebe auxílios durante pandemia; saiba quais são e se você tem direito

Ações diminuem impacto econômico durante estado de calamidade

Especial de Conteúdo

Oferecimento
Os efeitos da pandemia do novo coronavírus são sentidos em diversos setores da economia. O isolamento social, necessário para evitar a propagação do vírus, reflete na vida dos trabalhadores, especialmente nos de baixa renda. Nesse cenário, ações do Governo do Estado surgem como auxílio para esse grupo. 

Para os alunos da rede estadual de ensino, foi criado o projeto ‘Vale Alimentação Estudantil’. O Governo está investindo R$ 44 milhões com recursos próprios na medida, beneficiando cerca de 800 mil alunos.

Foto: GOV BA

No valor de R$ 55 por estudante, os vales começaram a ser distribuídos no último dia 20, nas unidades da Cesta do Povo e do Assaí instaladas em Salvador e em mais 21 municípios baianos. De imediato, o auxílio está sendo entregue para 284 mil estudantes. 

O vale é destinado, exclusivamente, para a compra de gêneros alimentícios, como feijão, arroz, macarrão, açúcar, frutas, verduras, café, leite, carne e frango, dentre outros. Para a retirada do vale-alimentação e adquirir os produtos do mercado, o estudante, pai, mãe ou responsável deverá ir ao setor de atendimento ao cliente portando o CPF cadastrado na escola e documento de identificação com foto.  O estudante ou responsável poderá retirar o vale durante todo o período de suspensão das aulas.

Conta de água

Os clientes da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) com Cadastro Social e consumo de um volume de até 25 metros cúbicos de água terão os tributos pagos pelo Estado, durante três meses, iniciados em abril.

Restaurante popular

Com objetivo de garantir a segurança e a saúde dos usuários que utilizam diariamente as duas unidades dos Restaurantes populares de Salvador, no Comércio e na Liberdade, a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS), anunciou a abertura dos estabelecimentos  também durante os finais de semana, das 10h às 14h30.

Em ambos os restaurantes, o usuário paga o valor simbólico de R$ 1 pela refeição. As crianças menores que 5 anos são atendidas gratuitamente. O almoço é servido em quentinhas para evitar aglomeração.

Máscaras para a população

Para proteger a população, o Governo do Estado irá comprar até 10 milhões de máscaras para distribuição. Até então, já foram compradas 3 milhões de máscaras, e foi lançado também um edital estadual que está viabilizando confecção de máscaras de tecido reutilizáveis. Em Salvador, serão distribuídas máscaras nas estações de metrô, onde será obrigatório que cada passageiro utilize o objeto de proteção.