Juntos Pela Prevenção

Túneis de desinfecção e pronto-atendimento reforçam cuidados com profissionais de saúde

Para garantir a proteção e saúde dos profissionais, o Governo da Bahia implementou ações que aumentam o cuidado com essas profissões

Especial de Conteúdo
- Atualizada em

Oferecimento
Os trabalhadores da área de saúde são profissionais essenciais no combate à pandemia do novo coronavírus e um dos que mais se expõe à doença. Para garantir a proteção e saúde dos profissionais, especialmente os da linha de frente, o Governo da Bahia implementou ações que aumentam o cuidado com esses trabalhadores. 

Uma delas é a instalação de túneis de desinfeção em hospitais do estado. O Hospital Espanhol, em Salvador, reaberto pelo governo para aumentar a capacidade de atendimento durante a pandemia, foi o primeiro a ganhar o equipamento inovador, projetado e desenvolvido pelo Senai Cimatec.

Foto: Divulgação / GOV BA

O equipamento possui uma estrutura de alumínio com tubulação de PVC e bicos aspersores que fazem o processo de nebulização de uma solução de hipoclorito. O desinfetante utilizado (hipoclorito) já é amplamente recomendado e utilizado, por décadas, para uso na desinfecção de superfícies de ambientes hospitalares e domiciliares, pela Organização Mundial de Saúde (OMS), Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e órgãos internacionais de saúde, inclusive com eficácia comprovada para o novo Coronavírus.

E como funciona? O profissional de saúde, ao final do seu turno de trabalho, antes de sair do hospital, passa pelo túnel, que é um corredor de 2,5 metros, ainda com o Equipamento de Proteção Individual, para que possa retirar este EPI com uma maior margem de segurança.

Além do Espanhol, mais nove hospitais e unidades de saúde da capital também receberam a tecnologia. Instituto Couto Maia, Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Vale dos Barris, UPA de Ipiaú, hospitais Santo Antônio (Obras Sociais Irmã Dulce), Subúrbio, Ernesto Simões Filho, Martagão Gesteira e o hospital de campanha da Arena Fonte Nova são as unidades com os túneis. 

Na Bahia, ao todo, já são  22 unidades de Saúde com o equipamento, sendo que outros 19 túneis já foram implantados em hospitais e UPAs que atendem pacientes com sintomas da Covid-19. São eles, além dos instalados na capital, o Hospital Costa do Cacau, em Ilhéus, Calixto Midlej Filho, em Itabuna, São Vicente e Prado Valadares, em Jequié, Riverside, em Lauro de Freitas, das Clínicas de Conquista e Geral de Vitória da Conquista, Geral de Itaparica, da Chapada (Seabra) e Dantas Bião (Alagoinhas).

Além dos túneis, profissionais de saúde que atuam no Sistema Único de Saúde (SUS) terão, a partir desta terça-feira (9), em Salvador, um Pronto-Atendimento exclusivo para casos suspeitos de coronavírus (Covid-19). A iniciativa da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) prevê dez leitos de observação e dois leitos para pacientes críticos.

A unidade será administrada pela Fundação Fabamed de Pesquisa e Extensão na área da Saúde (Fabamed), como uma extensão do hospital de campanha Santa Clara, e terá funcionamento todos os dias da semana, na antiga faculdade Ruy Barbosa, no Rio Vermelho, das 8h às 20h, por demanda espontânea. Em caso de necessidade, o profissional será levado para o hospital de referência.