Minha Salvador

Funcionária de escola morta em atentado na Boca do Rio será enterrada hoje (9)

Marido de auxiliar de classe era alvo, afirma polícia

Redação Correio 24h

A auxiliar de classe Joy Soares da Silva, 38 anos, que foi morta na madrugada desta quinta-feira (8), na região do Curralinho, na Boca do Rio será enterrada nesta sexta-feira (09). O sepultamento de Joy acontecerá às 14h no Cemitério Municipal de Periperi em Salvador.

Foto: Reprodução
De acordo com a Polícia Civil, o crime ocorreu por volta das 4h. No local, testemunhas informaram à polícia que Joy estava em casa, na Rua Obi, transversal da Estrada do Curralinho, com o marido e a filha, de 13 anos, quando homens chegaram no imóvel, chamando pelo companheiro dela que, segundo a polícia, seria ex-traficante.

A família decidiu não atender ao chamado na porta, mas os bandidos invadiram a casa e foram atrás das vítimas. Moradores do terceiro andar do sobrado, eles tentaram sair pelos fundos da casa – pulando o muro, que fica vizinho a um terreiro de candomblé.

O marido e a filha pularam primeiro, conseguiram fugir e escaparam ilesos. Joy foi atingida duas vezes e morreu no terreiro, quando se equilibrava para pular o muro.

O marido dela deve ser ouvido em breve, na condição de testemunha. Ele não teve o nome divulgado. Segundo a polícia, quando deixou o crime, ele teve a morte ordenada pelo traficante para quem trabalhava. O caso será investigado pela 1ª Delegacia de Homicídios (Atlântico).

Joy trabalhava no Colégio Magister, na Boca do Rio. A escola lamentou o crime e suspendeu as aulas de hoje.