Moda e Beleza

Cuidados diários: confira cinco dicas de como cuidar da pele oleosa em casa

A esfoliação é uma etapa que deve ser feita duas vezes na semana

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Quer ter uma pele bonita e saudável? O rosto com uma aparência de pele engordurada é um pesadelo na vida de muitas pessoas. Ela que é o resultado da produção do sebo em excesso, pode ser cuidado em casa. Pensando nisso, o site Minha Vida, separou cindo dicas para cuidar da pele oleosa. Confira: 

Limpeza: a limpeza é uma etapa essencial e deve ser feita duas vezes ao dia, pois ajuda na remoção de impurezas que obstruem os poros e podem gerar cravos e espinhas. Além disso, ela é sempre a base para as próximas etapas de uma rotina de cuidados, pois a pele precisa estar limpa para receber outros tratamentos.

Esfoliação: a esfoliação é uma etapa que deve ser feita duas vezes na semana, logo após a limpeza, pois promove uma higienização mais profunda, ajudando a desobstruir os poros das impurezas acumuladas no dia a dia. O Esfoliante Facial Protex® Anti Cravos e Espinhas, por exemplo, ajuda a remover células mortas e resíduos que se acumulam na superfície da pele.

Tonificação: apesar de muita gente deixar de lado, principalmente pela correria do dia a dia, que tal aproveitar o tempo livre para voltar a usar um tônico facial? Eles são importantes para estabelecer um pH natural, controlar a oleosidade e evitar cravos e espinhas. Use logo após a higienização da pele, antes da hidratação.

Hidratação: mesmo as peles oleosas precisam de hidratação, porém é preciso se atentar à formulação para não aumentar ainda mais o brilho e a produção de sebo da pele. É por isso que é preciso pesquisar bem o produto antes de adquirir. O Gel Hidratante Facial Protex® Hidratação Diária é uma ótima opção para as peles oleosas pois, além de uma formulação leve, sua fórmula ajuda no combate à bactéria que causa cravos e espinhas.

Protetor solar: mesmo em casa, o uso de protetor solar é uma etapa fundamental, pois é aliado na prevenção do câncer de pele e do envelhecimento cutâneo. No caso das peles oleosas, porém, é necessário optar por um protetor sem óleo, com toque seco e que tenha ativos que ajudem a controlar a oleosidade.