Moda e Beleza

Especialista explica as diferenças entre hidratação, nutrição e reconstrução

Manuela Santos, especialista na área de beleza, explica que a hidratação é a mais popular delas

Redação Dino

Para ter uma boa rotina de cuidados capilares e criar um cronograma capilar pessoal, é necessário conhecer as diferentes formas de tratamento para cabelos. As principais delas são: hidratação, nutrição e reconstrução.

Manuela Santos, especialista na área de beleza, explica que a hidratação é a mais popular delas. "É provavelmente a etapa do cronograma capilar que as pessoas mais usam," afirma. "Isso porque a função da hidratação é repor a água do cabelo, e todo tipo de cabelo fica desidratado com o tempo. Sendo assim, é difícil encontrar alguém que não se beneficie de uma hidratação capilar. Mas ela é especialmente recomendada para quem estiver com o cabelo seco, áspero ou sem movimento."

Já a nutrição é responsável pela devolução de lipídios aos fios. "Substâncias como a gordura e a oleosidade são fundamentais para a saúde do cabelo," comenta Manuela. "E a nutrição garante que elas sejam repostas. Ela é indicada principalmente para quem tem cabelos sem brilho e com muito frizz. Por conta disso, costuma ser uma das etapas favoritas de quem tem o cabelo ondulado, cacheado ou crespo."

Por fim, a reconstrução é a etapa menos utilizada do cronograma capilar, mas isso não a torna menos importante. "A reconstrução tem como objetivo realizar a reposição da massa e da queratina do fio," afirma a especialista. "Isso porque o cabelo tem uma tendência a perder proteína e aminoácidos, o que faz com que ele se torne quebradiço e frágil. Isso acontece principalmente com pessoas que fazem muitos procedimentos químicos nas madeixas, o que faz com que essas sejam as pessoas que mais precisam da reconstrução. Por outro lado, se você tem o cabelo virgem, é possível fazer a reconstrução apenas uma vez por mês, apenas para repor a proteína e os aminoácidos que se perdem durante o dia a dia".