Moda e Beleza

Ex-funcionário da Versace acusa grife de usar código para se referir a clientes negros

Consumidores eram chamados de D410, segundo ex-vendedor

Agência O Globo

Um ex-funcionário da Versace nos Estados Unidos entrou com uma ação judicial contra a grife acusando-a de usar um código toda vez que um cliente negro entrasse numa das lojas de São Francisco, na Califórnia.

Foto: Divulgação/Facebook

Além de outras reclamações trabalhistas em relação a salários e horas-extras, Christopher Sampino expôs que a equipe era encorajada por gerentes a usar o código "D410", de maneira casual, toda vez que um negro ou negra entrasse no estabelecimento.

Segundo Sampino, quando começou a trabalhar na loja, ele foi ensinado a usar a combinação de letra e números e segurar uma camisa preta que estivesse em exposição, já que D410 é o código da cor em alguns sistemas de venda. Assim o cliente não perceberia sobre o que realmente falavam.

Segundo o site "TMZ", a grife italiana, no entanto, nega a acusação de racismo.