Moda e Beleza

Guarda-roupa inteligente: sete peças de roupa que você deve ter no armário

Armário inteligente é aquele em que as roupas "conversam entre si", ou seja, que possibilita a criação de vários looks sem precisar ter/comprar muitas peças

Lívia Oliveira (livia.oliveira@redabahia.com.br )

O consumo consciente se tornou uma tendência universal, principalmente no mercado da moda. De acordo com a personal stylist Priscilla Arthuso, será cada vez mais comum as pessoas se preocuparem com a verdadeira razão para adquirir uma peça ou produto, com a matéria-prima usada na confecção, com a forma de produção e com o impacto disso na natureza. Nesse contexto, montar um armário inteligente é uma boa forma de aderir ao consumo consciente. 

O armário inteligente é aquele em que as roupas "conversam entre si", ou seja, que possibilita a criação de vários looks sem precisar ter/comprar muitas peças. Para isso, Priscilla indica que é importante investir em peças curingas, que combinam em qualquer estação e situação, e ter sempre o guarda-roupa organizado, de preferência por categoria (calças, blusas, vestidos, etc) e cores. 

Três sugestões de looks para diferentes ocasiões usando uma calça preta | Foto: arquivo pessoal

A especialista listou sete peças que todas as mulheres devem ter no guarda-roupa. Uma parte das dicas também se aplica aos homens. Confira: 

1- Camiseta básica T-Shirt branca ou preta. "Ela é uma peça chave, que com a manga dobrada, deixa seu look mais estiloso na hora. Para trazer mais vida, você pode usar com outras peças que tenham estampa e acessórios", aconselha Priscilla. 

2- Calça jeans. Prefira os modelos skinny, reto ou flare. "É importante ter pelo menos uma calça jeans no closet e que o modelo dela valorize seu biótipo. A escolha da lavagem, se vai ser clara ou escura, depende do seu biótipo. Por exemplo, indico a clara para pessoas com a perna muito fina e a escura para quem tiver muito quadril ou perna grossa". 

3- Calça preta. "Ela combina com quase tudo e é a peça que salva quando não sabemos o que vestir. Para um look formal, você pode usar a calça preta com uma camisa branca de botão e um scarpin/sapatilha. Se o objetivo for o look casual, você pode usar a calça preta com uma camisa T-Shirt e um tênis", aconselha a especialista. 

4- Vestido preto liso. "O segredo é usar um modelo que combine mais com seu corpo e seu gosto. Para quem gosta de marca o corpo, vale apostar em um modelo tubinho.Você pode combinar o vestido com acessórios e sobreposição para sair do básico". 

Três sugestões de look para diferentes ocasiões usando um vestido preto | Foto: arquivo pessoal

5- Sobreposições. "Ter uma terceira peça fácil de combinar ajuda na hora de dar um up no look. Você deve escolher a que melhor ajusta no seu estilo pessoal e optar sem por peças sem muitos detalhes". Tipos de sobreposição por estilo: 

- Estilo mais esporte e natural: jaqueta jeans; 

- Estilo romântico: cardigã (suéter aberto); 

- Estilo clássico e elegante: blazer; 

- Estilo moderno: jaqueta de couro. 

6- Short ou bermuda. "Combina para qualquer estação do ano. Prefira os jeans ou pretos, porque são cores chaves e fáceis de combinar. Com relação ao tamanho, vai depender de como você se sente confortável e bem em vestir". 

7- Saia. "Essa peça ajuda a valorizar o corpo feminino e a trazer versatilidade na hora de montar o look. Prefira ter uma saia lápis, pois é um modelo coringa que combina com todos os estilos e biótipos". 

Foto: arquivo pessoal | Priscilla Arthuso
Para aquelas pessoas que têm um armário super cheio e vivem com a sensação de "não tenho roupa" na hora de sair, Priscilla Arthuso aconselha fazer uma arrumação no guarda-roupa com urgência. 

"Tire tudo do guarda-roupa e coloque em cima da cama ou de algum lugar que você possa visualizar tudo. Depois, separe por categoria e olhe peça por peça - se questione quando foi a última vez que a utilizou (claro, não é para levar em conta o período da pandemia). Caso tenha mais de seis meses é sinal de que essa peça não se encaixa mais no seu estilo", explica. 

"Na hora de colocar no armário, deixe as que estão sem uso de fora e foque em deixar as outras organizadas por cores e tipo de peça. Depois, olhe novamente para as peças sem uso e avalie se existe a possibilidade de voltar a usá-las. Se não tiver, vale colocar em um brechó ou fazer doação", continua. 

Para a especialista, organizar o guarda-roupa vai te ajudar a entender o que você já tem e isso vai ajudar na hora das compras, pois você vai focar em comprar peças que não tem ainda e que combinam com as roupas. 

"Para acertar nas compras e na montagem dos looks, é essencial que você saiba o te incomoda e o que te agrada no seu corpo. Dessa forma, você vai poder investir em truques de moda que valorizem os pontos que mais gosta. Além disso, saiba que não existe isso de 'não tenho idade para tão roupa', o importante é se sentir bem com a roupa", conclui. 

Fonte: Priscilla Arthuso é formada em design de moda e pós-graduada em consultoria de imagem e estilo. Ela trabalha há cinco anos com consultoria pessoal e para empresas do ramo da moda.