Moda e Beleza

“Mascne”: entenda o aumento do aparecimento de acne pelo uso de máscaras

Além de fazer a higienização, faça o uso de água termal e hidratantes na região da face para minimizar a irritabilidade

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

O uso de máscaras para evitar o contágio pelo novo coronavírus tornou-se uma necessidade em escala global. Embora o uso do acessório seja imprescindível para a segurança individual e coletiva, relatos sobre o aumento de acnes na pele dispararam. 

“Um dos problemas que vem sendo bastante enfatizado nessa época de pandemia é o aparecimento de acnes e outras doenças inflamatórias de pele, como a rosácea; ambas devido ao uso da máscara e outros fatores correlacionados, como alterações emocionais e hormonais. Esse tipo de doença tem surgido em função do abafamento da região e pelo mal uso do equipamento, gerando certos tipos de irritação na pele, além do aumento da oleosidade da região. Esse fenômeno pode ser amenizado com hábitos corretos e cuidados na hora de higienizar as máscaras”, explica o especialista em Biomedicina Estética, Vinicius Said.

Segundo Vinicius, é a má higienização da região, atrelada ao uso inadequado das máscaras, que colabora para o processo inflamatório da pele, gerando as irritações que se manifestam através de cravos e espinhas. Destacando dicas sobre como amenizar o processo inflamatório da pele que vem acometendo a população, o profissional separou 4 instruções de higienização para evitar a proliferação da acne no rosto. Confira:

Use sabonete específico para o tipo de pele 

“Antes de tudo, identifique o tipo da pele para adquirir o sabonete ideal. Se a pele for oleosa, sabonetes a base de ácido glicólico ou salicílico são algumas das alternativas oferecidas pelo mercado, contudo, sempre analise a concentração para não irritar ou manchar a pele. Outra dica, caso não tenha um sabonete prescrito por um profissional, é lavar o rosto com sabonete neutro”, explica.

Água termal e hidratantes 

“Além de fazer a higienização com o sabonete específico, faça o uso de água termal e hidratantes na região da face para minimizar a irritabilidade. Existe casos também de pacientes que desenvolveram rosácea, condição que a pele fica ‘rosadinha’, portanto, cremes à base de ‘Rosa Mosqueta’ ou mais calmantes, como ‘Baume’, ajudam a melhorar o aspecto da face”.

Troque a máscara corretamente 

“Se for feito o uso das máscaras descartáveis, é preciso lembrar da troca do equipamento. Infelizmente tem pessoas que usam esse tipo de máscara o dia todo. É importante trocar em um período máximo de 3 a 4h. Para pacientes que usam máscara de pano, esses equipamentos devem ser lavados e substituídos para evitar a contaminação”. 

Use filtro solar 

“Indispensável, o filtro solar cria uma proteção na pele, ajudando a proteger tanto dos raios ultravioleta (UV), como auxiliam a hidratação da região, em virtude dos ativos presentes em sua composição. Quanto mais hidratada a pele estiver, menos irritada e suscetível a inflamações ela vai ficar”, conclui.