Moda e Beleza

Modelo com pintas pelo corpo concorre ao Miss Universo Malásia e inspira web

Evita não tem a intenção de remover suas pintas cirurgicamente

Agência O Globo

O bullying que a jovem Evita Delmundo, de 20 anos, enfrenta por causa da grande quantidade de pintas espalhadas por seu rosto e corpo não a impediu de concorrer ao Miss Universo Malásia 2018. O sonho dela de vencer o concurso de beleza representa sua autoconfiança e realça o que a torna única. Em junho, a modelo deu o primeiro passo ao se inscrever na competição, e logo a notícia ganhou repercussão internacional.

"E espero poder também inspirar outras pessoas. Eu acho que fui bem no meu teste, então espero em breve receber um retorno da organização!", contou à revista Elle da Malásia.


Evita não tem a intenção de remover suas pintas cirurgicamente, mas nem sempre foi assim. Por ser chamada até mesmo de "monstro" na escola, quando a modelo tinha 16 anos buscou a opinião de médicos para ver se poderia passar por um procedimento cirúrgico. No entanto, eles alertaram sobre os riscos e, desde então, ela não considera mais essa possibilidade, passando a aceitar seu corpo como ele é.

"Saber que tenho um efeito tão positivo sobre os outros me motiva a seguir em frente", disse a jovem. Quanto aos comentários negativos que recebe sobre sua aparência ainda hoje, Evita disse que apenas os ignora. "Eu não acho que seja necessário responder com mais negatividade", ressaltou a modelo, que já conquistou mais de 43 mil seguidores no Instagram.

"Nenhum de nós nasce perfeito e todos nós temos nossas próprias forças e fraquezas. Então não veja nenhum de seus defeitos como uma barreira para conquistar o que você deseja", disse Evita.