Moda e Beleza

Praticidade é tudo: especialista ensina como retocar a cor dos cabelos em casa

Antes de aplicação, o primeiro desafio é escolher a cor corretamente

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Em tempos de recomendação para evitar aglomerações, a ida ao salão de beleza deve ser deixada de lado, principalmente em caso de pessoas que fazem parte do grupo de risco da Covid-19. Para facilitar a tarefa de cuidar da coloração das madeixas em casa, a cabeleireira técnica Marisa Russo, da Yamá Cosméticos, deu algumas orientações.

A especialista garantiu que o retoque da cor é relativamente simples e não oferece risco à saúde dos fios quando realizado da forma correta.

Foto: reprodução / iStock/antikainen
Como escolher a coloração certa para os cabelos?

Antes de aplicação, o primeiro desafio é escolher a cor corretamente. A técnica ensina que para 100% de cobertura dos fios brancos, são indicadas as nuances naturais, que são facilmente identificadas na hora da compra.

“Basta prestar atenção nos números que identificam a cor. As nuances naturais são aquelas representadas por números inteiros que vão do número 1.0, que é o Preto, ao número 5.0, ou seja, Castanho Claro. No entanto, não é indicado escolher tons acima de 5.0, que fazem parte da paleta de cores mais claras, porque não fazem a cobertura total de cabelos brancos”, ressalta.

Além da tonalidade, a escolha da coloração também é muito importante. A profissional ensina que um bom parâmetro é optar por produtos que ajudam a tratar os fios enquanto colorem.

Como funciona o teste de mechas?

Com os produtos em mãos, é necessário realizar os testes de sensibilidade. O primeiro é a prova de toque: “Em casa, prepare um pouco do produto como se fosse utilizá-lo e aplique uma pequena quantidade no antebraço ou atrás da orelha. Lave o local após 30 a 45 minutos. Aguarde 24 horas e se neste período surgir irritação na pele, coceira ou ardência, no local ou na sua proximidade, fica provada a hipersensibilidade da pessoa ao produto. Portanto, não deve ser usado, devendo ser removido imediatamente do local”, alerta a cabeleireira.

O segundo passo é o famoso teste de mechas, um importante indicativo para saber qual será o resultado da nuance escolhida, assim  como as condições e saúde dos fios. O procedimento é semelhante à prova de toque, só que ao invés de aplicar na pele, a coloração é depositada em uma mecha na parte de trás do cabelo, onde permanece por 45 minutos. Após o enxague, aguarde 48 horas, e caso o resultado tenha sido satisfatório, a aplicação está liberada.

Mito ou verdade: aplicar a coloração com o cabelo sujo?


Verdade. Marisa Russo explica que devido à sensibilidade do couro cabeludo, a coloração deve ser aplicada com os cabelos sujos, com intervalo de pelo menos 24h desde a última lavagem. Após estes pré-cuidados, a aplicação pode prosseguir com muito mais segurança.



Como retocar a raiz e cobrir os fios brancos em casa

Em cabelos já coloridos, quando é necessário apenas retocar a raiz a aplicação é um pouco diferente. Para começar, divida o cabelo em 4 partes (da testa à nuca e de orelha a orelha) para que o processo fique mais fácil. Aplique primeiro na raiz para pigmentar melhor e após 20 minutos traga a coloração também em direção às pontas para uma pigmentação menor, mas garantindo luminosidade. Deixe agir por mais 10 minutos e logo após enxague com água morna.

Já se o intuito é cobrir os fios brancos, a cabeleireira tem algumas dicas especiais: “Como dito, opte pelos tons naturais e se houver mais de 40% de fios brancos, o resultado melhora ao adicionar ao tom natural, um tom de reflexo desejado. Por exemplo, misturar a nuance castanho claro com um castanho claro vermelho intenso. Uma dica é iniciar a aplicação pela parte frontal, sem encostar no couro cabeludo. Observe sempre o tempo de pausa de 40 minutos e, em seguida, enxágue com água morna”.

O que fazer pós-coloração?


Os cuidados pós-coloração são importantes e podem fazer a cor durar mais, evitando a necessidade de manutenções frequentes. Por isso, invista em produtos específicos para cabelos coloridos e evite exposição solar direta nos fios. “Procure sempre por um leave-in com filtro solar capilar para proteger a cor dos danos externos e não descuide da hidratação das madeixas. Se atente também ao uso de secador e chapinha, não abra mão do protetor térmico”, finaliza Marisa Russo.