Moda e Beleza

Riccardo Tisci deixa a Givenchy após 12 anos

Estilista deve ser anunciado no time da Versace em breve

Agência O Globo

A dança das cadeiras no mundo da moda não para. Depois da saída de Clare Waight Keller da Chloé, agora foi a vez do italiano Riccardo Tisci anunciar que está deixando seu posto, segundo o portal especializado "WWD". Grande nome por trás da Givenchy, Tisci agora deve ir para a Versace, já especula a mídia internacional. Até porque ele e Donatella são amigos próximos. A italiana foi até rosto da campanha de outono-inverno 2015/16 da Givenchy, com cliques da dupla Mert Alas e Marcus Piggott.

Legenda

“Eu tenho um carinho especial pela House of Givenchy e seus lindos times. Eu quero agradecer ao grupo LVMH e ao senhor Bernard Arnault por terem me dado uma plataforma para expressar minha criatividade durante esseS anos. Agora, eu quero focar nos meus interesses pessoais e paixões”. Já Bernard Arnault, presidente do grupo LVMH (do qual a Givenchy faz parte), afirmou em nota:

“O capítulo que Riccardo Tisci escreveu na Givenchy nos últimos 12 anos representa uma visão incrível, que sustentou um sucesso contínuo, e eu gostaria de agradecer carinhosamente por sua contribuição no desenvolvimento da casa”.

Tisci é uma das pessoas mais influentes do planeta, com o nome no top 100 anual da revista americana “Time”, ao lado de Barack Obama e do Papa Francisco. Além de milhares de seguidores nas redes sociais, ele tem a capacidade de convencer meio mundo a usar, por exemplo, uma camiseta com estampa de rottweiler. Desde que chegou à maison francesa, em 2005, Tisci, 42, vem discutindo assuntos relevantes para a sociedade — e não falamos apenas do grupinho que circula pelas semanas de moda. Ele colocou na pauta do dia temas como a transexualidade e a tolerância religiosa.