Moda e Beleza

Saiba como deixar as mãos com aspecto jovem

Dermatologista desvenda os tratamentos do momento e revela cuidados simples

Agência O Globo
- Atualizada em

Elas, muitas vezes, entregam ou até aumentam a idade. Isso porque quase sempre nos esquecemos de cuidar das mãos. E há tratamentos que produzem efeitos bastante satisfatórios e vão de produtos injetáveis, a lasers e peeling químicos.

- As principais queixas em relação às mãos são as manchas, a mudança da textura e a perda de elasticidade, além da atrofia da pele, que passa a permitir uma maior visualização dos vasos e tendões desta região - afirma a dermatologista Ana Carolina Sumam.

Segundo ela, entre os diversos tratamentos e tecnologias para o rejuvenescimento das mãos há os já consagrados preenchimentos com ácido hialurônico, com hidroxiapatita de cálcio, também conhecido como radiesse, que ainda estimula a produção de colágeno pela própria pele e é um dos queridinhos dos dermatologistas.

- Outro bioestimulador que também pode ser utilizado nas mãos é o ácido poli-L-Láctico (Sculptra). E por fim também podemos utilizar os skinboosters, que melhoram a qualidade da pele por meio de sua ação de hidratação profunda e também pelo estímulo da produção de colágeno, melhorando a elasticidade, firmeza e aparência da pele - afirma Ana Carolina.


No caso do ácido hialurônico, normalmente uma aplicação é suficiente. Já a hidroxiapatita de cálcio pode exigir mais sessões, dependendo do paciente. E se o tratamento for com skinboosters, são necessárias aplicações mensais, geralmente três.

Além dos produtos injetáveis, também são utilizados lasers e peelings químicos para o rejuvenescimento das mãos: - Um dos aparelhos é a Luz Intensa Pulsada, que atua clareando as manchas e também melhorando a qualidade da pele. E também dispomos dos lasers fracionados ablativos e não ablativos, que também tratam as manchas e estimulam a produção de colágeno.

Ana Carolina explica que os melhores resultados são obtidos com a combinação entre esses produtos para preenchimento e estímulo de colágeno e os lasers, o que permite tratar as alterações do envelhecimento da pele de forma global, melhorando as manchas, a atrofia da pele, as rugas, e a perda da elasticidade e firmeza da pele.

- A tendência é cada vez mais começarmos a tratar antes mesmo dos sinais do envelhecimento começarem a surgir, principalmente quando nos referimos aos tratamentos que estimulam a produção de colágeno, que começa a ter sua produção mais reduzida a partir dos 30 a 35 anos.

Já o uso de hidratantes e protetores solares nas mãos deve ser bem mais precoce: - Podemos nos beneficiar dos cremes com ativos clareadores e antienvelhecimento que vêm sendo lançados no mercado, além é claro, dos fotoprotetores!

E entre os vilões para as mãos, Ana Carolina cita os sabonetes e detergentes, que, além de ressecarem, retiram o manto hidrolipídico, uma barreira natural de proteção da pele: - Eles também podem provocar alergias e dermatites. Por isso, recomendo sabonetes hidratantes e luvas para proteger a pele do contato com detergentes.