Moda e Beleza

Saiba como recuperar os cachos com o fim do Verão

Dias de vento, sol, sal do mar e cloro da piscina trazem cabelos ressecados e frágeis

Agência O Globo

Três meses de sol, piscina e mar – e com temperaturas mais amenas que a dos últimos anos! O verão 2018 foi uma delícia, não é mesmo? Mas dias e dias de vento, sol, sal do mar e cloro da piscina trazem cabelos ressecados e frágeis. Os cacheados e crespos, então, sofrem mais ainda!

O sal da água do mar deixa os cabelos desidratados, pois retira a água contida na fibra capilar. Isso somado ainda à ação do vento e sol em excesso, o que potencializa os danos deixando os fios mais frágeis e quebradiços. Segundo Lucia Santana, coordenadora técnica das cabeleireiras do Beleza Natural, maior rede do Brasil especializada em cabelos crespos, cacheados e ondulados, esses tipos de fio possuem uma estrutura naturalmente mais frágil. “Os pontos de torções em virtude do formato em espiral tornam os fios crespos e cacheados mais suscetíveis a ruptura (quebra), e por isso necessitam de cuidados específicos e intensos”, explica.

Foto: Divulgação

Lucia diz que, no caso dos cabelos cacheados e crespos, o ideal é intensificar os cuidados durante a estação com protocolos de hidratação, nutrição e reconstrução capilar, além do uso diário de um bom creme de pentear com ativos hidratantes e antioxidantes, para ajudar a manter a saúde das madeixas.

Mas agora que o verão já acabou, é hora de recuperar e, para isso, Lucia indica um tratamento detox como o Spa Capilar do Beleza Natural. “Ele trata dos fios do couro cabeludo proporcionando equilíbrio, saúde e nutrição. Trazendo uma limpeza profunda para os fios da raiz as pontas, removendo as impurezas e excesso de oleosidade, e devolvendo os minerais necessários a fibra capilar através do fluído remineralizante. O tratamento ainda promove hidratação para as madeixas e um crescimento do fio mais saudável”, conta a cabeleireira.

Outro ponto fundamental é a reposição da queratina perdida com a exposição aos agentes externos com uso de linhas profissionais de cuidados como a bn.Pro Hidraforce. “A periodicidade de uso dos produtos vai depender da intensidade do dano. Recomendo uma consultoria com um profissional especializado em cabelos crespos. O tratamento de reposição de queratina deve ser realizado, pelo menos, uma vez ao mês. Mas dependendo da necessidade do fio pode ser recomendado um cuidado mais intenso”, diz.

A especialista ainda dá uma dica final: um corte em camadas pode ajudar a tirar as pontas secas e maltratadas dos fios e disfarçar os danos mais profundos.