Moda e Beleza

Saiba o que é e quando usar Low Poo e No Poo para cuidar dos cabelos

Métodos são especialmente recomendado para pessoas que têm cabelo cacheado e crespo

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

Gosta de cuidar dos cabelos? Se sim, é importante ficar por dentro do que é low poo e no poo (tradução literal shampoo sem sulfato e sem espuma) - técnicas de lavagem e cuidados com os fios, criadas por Lorraine Massey, que não utilizam produtos com sulfatos, derivados de petróleo e silicones. 

Esses ingredientes proibidos prejudicam a saúde dos fios, causando ressecamento e perda de brilho. Para te ajudar a ficar por dentro do assunto, o iBahia separou as principais informações sobre o uso das técnicas com base no material do blog Sephora. 

Os métodos são especialmente recomendado para pessoas que têm cabelo cacheado e crespo, para cabelos quimicamente tratados e para cabelos danificados, porque os produtos liberados são mais suaves, menos agressivos e, com o tempo, é possível perceber os fios mais leves, macios, brilhantes e com menos frizz. 

Na técnica low poo, o uso de shampoo é liberado, mas apenas aqueles sem sulfato, sem derivados de petróleo e sem silicones insolúveis na composição — e o mesmo vale para os demais produtos para cabelo. Já o no poo não há o uso de shampoo e normalmente a lavagem é feita com co-wash (quando se usa condicionador para a limpeza dos fios).

Confira o que é liberado para low poo 

Na técnica low poo você pode usar shampoos com agentes de limpeza mais leves, como:

Cocabetaine;

Cocamidopropyl Betaine;

Decyl Glucoside Poly Carboxylate;

Dioctyl Sodium Sulfosuccinate ou Aerosol-OT ou AOT;

Disodium Laureth Sulfosuccinate;

Distearoylethyl Hydroxyethylmonium Methosulfate;

Ethyl PEG-15 Cocamine Sulfate;

Poliglucosídeos;

Pluronic e Tetronic Surfactantes;

Sodium Cocoyl Glycinate;

Sodium Cocoyl Isethionate;

Sodium Lauryl Glucose Carboxylate;

Sodium Lauryl Sarcosinate;

Sodium Lauryl Sulfoacetate;

Sodium Methyl 2-Sulfolaurate ou Disodium Sulfolaurate.

No low poo, também são permitidos alguns tipos de silicones, como:

Amodimethicone;

Behenoxy Dimethicone;

Bis-Aminopropyl Dimethicone;

Cetearyl Methicone;

Cetyl Dimethicone;

Cyclomethicone;

Cyclopentasiloxane;

Crosspolymer Dimethiconol;

Dimethicone;

Dimethicone Crosspolymer;

Dimethiconol;

Dimethylpolysiloxane.