Moda e Beleza

Saiba quais são os procedimentos mais saudáveis para quem quer alisar o cabelo

Apesar do 'boom' das transições capilares, as escovas progressivas e relaxamentos continuam em alta

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Muitas mulheres têm aderido a transição capilar e passado por um processo de aceitação dos fios naturais. Mas ainda há muita gente que prefere o cabelo liso. Por isso, as escovas progressivas e relaxamentos continuam em alta. E dentro desse universo existem muitos tipos de procedimentos, mas tem aqueles que são mais saudáveis. 

Confira alguns procedimentos e entenda quais fazem bem ao seu cabelo ou não: 

  • Bio Lacase

O ativo, extraído do cogumelo Trametes Versicolor, faz o fio ficar mais "mole" por dentro. É diferente da amônia, pois é compatível com a química da descoloração e coloração.

A aplicação é realizada em todo o cabelo. A frequência depende da necessidade do fio, mas pode ser até mensalmente. 

  • Amônia, guanidina e hidróxido de sódio

É o tipo de alisamento geralmente indicado para cabelos crespos ou muito resistentes ao alisamento. 

Não possuem cheiro e são eficientes para alcançar o alisamento, mas tem o contraponto de não permitir que os fios passem por uma descoloração. Ou seja, ou você muda de cor ou alisa, nesse caso. O retoque da raiz pode ser feito em até quatro meses.

  • Formol

Um dos procedimentos mais famosos, que é um ativo que cria uma película em torno do cabelo, que fica liso por fora, mas danificado por dentro. Apesar da fama, é proibido no Brasil. 

Com o formal, não é possível repor água ou nutrientes, por exemplo. Além disso, possui um cheiro forte que durante a aplicação pode acabar irritando os olhos e a garganta. 

  • Botox

Quando alguém fala que vai aplicar botox no cabelo, não é aquele que é aplicado no rosto e deixa a pele lisa. É algum outro ativo que vai alisar seus fios. Vale descobrir qual é ele e se é compatível.