Moda e Beleza

Sem sofrimento: sete dicas para evitar unha encravada

A profissional listou o que pode ou não ser feito sem o auxílio de um especialista

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

Manter as unhas saudáveis e bonitas é um desafio, principalmente durante a quarentena. Mas, a podóloga Malu Pinheiro, que é coordenadora técnica da rede Doctor Feet, garante que é possível investir em cuidados simples para deixar as unhas saudáveis e evitar que encrave.  

“Os cuidados com as unhas devem ser feitos desde a infância até a vida adulta. Atitudes simples podem reduzir os riscos de uma unha encravar, o que provoca dor, incômodo e por vezes até inflamações”, alerta Malu Pinheiro. 

A profissional listou algumas dicas do que pode ou não ser feito sem o auxílio de um especialista e frisa que, ao menor sinal da unha encravar ou inflamar, o correto é recorrer imediatamente ao especialista. “Por se tratar de uma emergência, é possível encontrar um podólogo que faça atendimento sem descumprir as recomendações de higiene e com horário marcado”, destaca. 

Confira as orientações:

1- Evite usar sapatos apertados ou mesmo frouxos demais e opte por meias que absorvam de forma adequada transpiração dos pés;

2- Faça uso de hidratantes desenvolvidos especificamente para essa região;

3- Observe pelo menos uma vez por semana se há alguma alteração na coloração das unhas, bem como seu espessamento ou descolamento;

4- Não compartilhe lixas e alicates;

5- Ao efetuar o corte das unhas em casa, busque fazê-lo da forma menos invasiva possível. Corte-as de forma reta, não tão curta, arredondando os cantos com o auxílio de uma lixa;

6- Quem não tem habilidade para manuseio do alicate, pode lixar a unha até o tamanho que o incômodo diminua;

7- Sempre tenha muito cuidado ao fazer esses procedimentos para que não ocorra ferimentos, o que pode causar muito incômodo ao andar ou mesmo colocar um sapato.