Moda e Beleza

Será que você faz o skincare certo? Confira mitos e verdades sobre as máscaras faciais

"Não podemos atribuir as máscaras faciais o poder de resolução de problemas na pele", alerta Karina Soeiro, Mestre em Ciências Farmacêuticas pela USP

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

Você também já entrou na moda de fazer skincare na quarentena? Se sim, precisa saber mais sobre as máscaras faciais para não cair em "furadas". De acordo com Karina Soeiro, Mestre em Ciências Farmacêuticas pela USP e farmacêutica, é importante ficar atenta (o) ao tipo das máscaras faciais, ao efeito de cada uma delas para pele e suas limitações.  

“Não podemos atribuir as máscaras faciais o poder de resolução de problemas na pele. A máscara em geral é produto bastante concertado para fazer um tratamento semanal ou duas vezes na semana, e tem a função de otimizar a rotina de pele”, contextualiza Karina Soeiro.  

Para ajudar a entender os benefícios e limitações do produto, a farmacêutica listou os mitos e verdades sobre as máscaras faciais e os pontos a se considerar na hora de escolher a sua. 

Posso usar máscara facial todos os dias


MITO: Existem máscaras que o uso é quinzenal e outras que a recomendação é aplicar até duas vezes por semana. A periodicidade vai depender dos ativos presentes na máscara, o nível de concentração e se esses ativos podem causar sensibilidade na pele, como os ácidos,  que podem irritar a face e necessitam de uma  utilização mais controlada e com intervalo de tempo maior.

Máscaras faciais ajudam a tratar problemas como acne e  rugas


VERDADE: Sim, desde que a máscara facial esteja sempre associada a um tratamento rotineiro, já que o produto será usado no máximo duas vezes na semana.  Existem máscaras indicadas para os dois tipos de queixas, tanto para acne, com ácidos lipossolúveis, como ácido salicílico, e substâncias que diminuem a produção de sebo como o enxofre e alguns extratos de plantas, quanto para as ruga, com insumos ativos que tratam todos os aspectos do envelhecimento cutâneo, como o ácido hialurônico.

Posso escolher a máscara sozinha


MITO:  A eficácia do produto depende da fórmula. Por isso, cai bem pedir a opinião de quem entende. É importante analisar qual o problema na pele que deseja tratar e qual ativo é recomendado. Por exemplo, se você deseja clarear a pele existem princípios ativos que atuam melhor nessa questão.  Para escolher uma máscara potente e com os melhores resultados é importante ter o auxílio de um médico ou farmacêutico, que entende mais sobre os ativos e pode fazer uma avaliação mais crítica da composição da máscara, sua concentração e funcionalidade de cada substância.

As máscaras faciais ajudam a liberar o estresse e a melhorar o aspecto da pele


VERDADE: O fato de você manipular a pele e fazer uma massagem proporciona ao corpo uma sensação de relaxamento que libera a endorfina. Segundo a neurocosmetologia, existem estudos que mostram que a liberação de certos neurotransmissores relacionados ao bem estar estimula a produção de substâncias benéficas para a pele, que melhoram todos os aspectos, desde a acne até o próprio envelhecimento, estimulando a produção de colágeno, elastina, entre outros.