Moda e Beleza

Xô caspas e ressecamento: conheça os benefícios do óleo de rícino para o cabelo

Você também vai aprender uma dica de como usar o produto para alcançar bons resultados

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
Quer que seu cabelo cresça mais forte? O óleo de rícino pode ser um aliado. A composição do produto, que é extraído da planta da mamona, tem parcelas de ômega 9 e 6, além de sais minerais e vitamina E. Os benefícios dessas propriedades para os cabelos vão desde a hidratação dos fios até o combate à caspa. 
O portal Minha Vida conversou com dermatologistas e preparou uma lista de situações em que você deve usar o óleo de rícino no cabelo. Confira: 
Foto: reprodução
1- Xô oleosidade excessiva: o óleo ajuda na limpeza do couro cabeludo, principalmente quando há bactérias e fungos atuando na produção excessiva de oleosidade pelas glândulas sebáceas da região. 

2- Restaurar os fios e ajudar no crescimento: a presença dos ômega 6 e 9 dão mais volume aos fios, pois o ácido graxo estimula o couro cabeludo e os folículos pilosos (local onde os cabelos nascem), fortalecendo assim as madeixas. 
Além disso, os nutrientes do óleo ajudam a melhorar o aspecto do cabelo, pois ele sela as cutículas e impede que os cabelos fiquem com aparência ressecada e com frizz. 
3- Hidrata os fios: a presença dos ômega 6 e 9 também hidrata os fios e ajudam a formar uma película que impede a perda de água. 
4- Acabe com a queda: em casos de queda de cabelo por eflúvio telógeno (quando os fios caem antes do período que deveriam), o óleo de rícino pode ajudar a combater o problema. O óleo estimula que os fios voltem a fase anágena, ou seja, de crescimento. 
5- Combate à caspa: o óleo de rícino tem propriedades antifúnficas, que limpam o couro cabeludo e ajudam a combater a caspa. O óleo também evita o ressecamento e previne a descamação do couro cabeludo. 
Indicações de uso 
O óleo de rícino deve ser diluído em outros produtos para que a sua concentração não interfira na respiração dos poros capilares. Além disso, você não pode esquecer de aplicar a mistura longe do couro cabeludo (o contato prolongado pode causar irritação) e deve-se ter cuidado com a exposição ao calor - nada de secador, chapinha ou exposião ao sol enquanto estiver com o óleo na cabeleira. 
De acordo com o portal Minha Vida, o ideal é colocar uma colher de sopa do óleo em um pote de condicionador ou crime de hidratação capilar de 200 mL, que deve ser aplicado no cabelo durante o banho e ser retirado ao final.