Mundo

Acidente de barco deixa ao menos dois mortos e 25 desaparecidos

Acidente ocorreu na costa da Líbia com imigrantes do Sudão, Quênia, Costa do Marfim e Nigéria

Agência, O Globo

Pelo menos dois imigrantes morreram e cerca de 25 estão desaparecidos depois que o seu barco inflável virou na costa oeste da Líbia, disse um porta-voz da guarda costeira no domingo.

Um total de 73 imigrantes foram resgatados por uma patrulha de guarda costeira a cerca de 22 quilômetros da cidade de Qarabulli, 49 quilômetros a leste da capital Trípoli, disse o porta-voz Ayoub Qassem. Os corpos de uma mulher e uma criança foram recuperados, acrescentou ele.

Os imigrantes incluíam 40 homens, 25 mulheres e oito crianças do Sudão, Quênia, Costa do Marfim e Nigéria. "Um barco inflável naufragado foi encontrado sem motor, e os imigrantes ilegais foram encontrados agarrados a ele", disse Qassem.

De acordo com a agência de imigração da ONU IOM, 2.297 imigrantes morreram ou desapareceram no Mediterrâneo no ano passado, de um total de 116.959 pessoas que chegaram à Europa por via marítima.

A costa ocidental da Líbia tornou-se o ponto de partida principal para os imigrantes, pois os contrabandistas exploram o caos do condado desde a queda de Muammar Gaddafi em 2011.

Mas desde julho de 2017, as redes de contrabando dentro da Líbia foram interrompidas por um acordo com as autoridades locais apoiado pela Itália em um antigo centro de contrabando da cidade de Sabratha, no oeste da Líbia.

A guarda costeira intensificou as patrulhas depois de receber novos barcos da Itália como parte dos esforços do governo de direita para impedir que os imigrantes chegassem à costa italiana vindos da África.

(Reportagem de Ahmed Elumami)