Mundo

Acusado de assédio, prefeito de Seul é encontrado morto

Comandante da capital da Coreia do Sul era visto como potencial candidato à presidência do país

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

O prefeito de Seul, capital da Coreia do Sul, foi encontrado morto pela polícia do país perto do Monte Bugak, que fica ao norte da capital. Park Won-soon tinha 64 anos e teve a morte anunciada pela polícia local nesta quinta-feira (9). 

As buscas iniciaram após a filha do prefeito acionar a polícia. O telefone dele estaria desligado e a última mensagem dele seria "como um testamento", disse ao Yonhap a herdeira.

Prefeito de Seul desde 2011, ele era visto como possível candidato a presidência para 2022. Segundo o "New York Times", duas redes de TV do país noticiaram que Park era processado por assédio sexual contra uma secretária, que estaria sofrendo abusos desde 2017.