Mundo

Atendente de colégio é demitida por deixar criança pagar lanche no dia seguinte

No dia seguinte, o aluno quitou a dívida

Agência O Globo
- Atualizada em

Em New Hampshire, nos EUA, uma senhora que trabalhava na lanchonete de um colégio foi demitida por deixar um aluno, que estava sem dinheiro no momento, almoçar e pagar pela refeição no dia seguinte.

Foto: Reprodução
Bonnie Kimball trabalhava no Mascoma Valley Regional High School há quatro anos e meio. Em uma tarde de março, um aluno pediu para pagar o almoço de U$8 (R$32) na próxima manhã. Bonnie, confiante que o aluno pagaria e sem ver problema na questão, permitiu que ele comesse. No dia seguinte, a criança quitou a dívida.

Uma semana depois, a empresa responsável pela lanchonete, Café Services, demitiu Bonnie. Uma carta, a qual a CNN teve acesso, dizia: "Em 28 de março, um gerente distrital estava no local e testemunhou um estudante passando pela fila com vários itens alimentícios pelos quais não foi cobrado. Isso é uma violação estrita de nossos Procedimentos de Manuseio de Dinheiro, da Política de Cobrança de Escolas e da Regulamentação Federal que regem as refeições gratuitas".

A carta concluía com aviso de que a rescisão já tinha sido processada e paga à Bonnie. A atendente abriu uma vaquinha online para arrecadar dinheiro após ser demitida, na sua visão injustamente. Já foram arrecadados mais de U$ 3 mil doláres (R$ 12 mil).