Mundo

Cachorro diagnosticado com Covid-19 é sacrificado

Animal não apresentava sintomas, mas tinha outras doenças crônicas

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Um cachorro, com idade entre oito e nove anos, foi sacrificado após ser diagnosticado com Covid-19. O animal que vivia na Carolina do Sul, Estados Unidos, tinha outras doenças crônicas, por isso foi decidido pelos veterinários a eutanásia do animal, que estava assintomático. As informações são do G1.

Segundo O G1, o médico veterinário Boyd Parr, diretor do departamento de Saúde Pecuária e Aves na Universidade Clemson, disse que o teste foi feito no cachorro após o dono testar positivo para o coronavírus. No entanto, não há provas de transmissão da Covid-19 por animais domésticos,ou que eles possam desenvolver a doença.

"Continua, porém, uma boa ideia restringir contato com seus pets ou outros animais, da mesma forma que você faz com outras pessoas, se você estiver infectado com a Covid-19", disse Parr, segundo o G1.