Mundo

Casal de turistas é preso por gravar vídeos pornográficos em hotéis

Dupla supostamente vendia o conteúdo em um site adulto; eles podem ficar presos por até cinco anos

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Um casal de turistas, formado por um americano e uma húngara, foi preso por supostamente gravarem vídeos pornográficos no hotel que se hospedavam, na Tailândia. Eles podem pegar até cinco anos de prisão. As informações são do jornal Daily Mail. 

Foto: ViralPress

De acordo com o Daily Mail, os funcionários do hotel suspeitaram que o casal Roderick Antonio Matthews Jr., 31, e Kata Barbara Koszo, 22, estivessem ilegalmente no país.

Os policiais invadiram o quarto em que eles se hospedavam em Krabi, cidade que fica no sul da Tailândia, na tarde da última terça-feira (25), onde alegaram ter encontrado o casal transando em uma cama e equipamentos de filmagem ao redor. Ainda segundo o jornal, o casal viajou pelo país gravando centenas de vídeos explícitos e supostamente os vendia na internet, em um site adulto popular. 

Os agentes da polícia tailandesa confiscaram as câmeras e descobriram que o casal estava ilegalmente no país há 256 dias, sem vistos em seus passaportes. 

O coronel que investiga o caso, Kongrith Suksai, afirmou que o casal pode ser acusado criminalmente por publicação e comércio de pornografia, permanência no país com o visto excedido e trabalho sem permissão. Essas acusações podem fazer com que sejam presos por até cinco anos. 

Segundo o coronel, a polícia ainda está reunindo evidências para prosseguir com a acusação e espera que mais outras sejam feitas contra os turistas. 

"O processo legal começou, então não há como eles conseguirem sair. Inicialmente, fomos embora porque o hotel relatou que o casal estava hospedado com o visto excedido, mas também os pegamos em flagrante por pornografia", disse o policial.