Mundo

Casal enterra filha de dois anos até o pescoço na areia para fazer sexo no mar

A polícia achou a menina enterrada na praia até o pescoço, com fome e queimada de sol

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Um casal, ambos com 29 anos, foi preso pela acusão de enterrar a filha de dois anos na areia e deixá-la por 45 minutos no sol quente. De acordo com informações do jornal DailyMail, eles fizeram isso para que pudesse fazer sexo na mar. O caso aconteceu em Santa Clara del Mar, na Argentina.

A polícia achou a menina enterrada na praia até o pescoço, com fome e queimada de sol, na segunda-feira.

Além do que fizeram com a filha, eles vão responder acusações de porte de drogas. A polícia encontrou maconha, ecstasy e mais de 200 pílulas do sedativo Rivotril na bolsa da mulher.

Casal foi preso depois de enterrar seu bebê na praia (Foto: Natalia Pensa)
Segundo o DailyMail, os dois serão mantidos sob custódia até comparecer em tribunal e a criança será levada a cuidados temporários.

Banhistas acionaram a polícia após perceberem que os dois estavam fazendo coisas obscenas  enquanto 'mergulhavam no mar'.

"Era cerca de 95 graus Fahrenheit [equivale a 35 Celsius, então imagine como era aquela pobre garotinha", contou uma fonte ao jornal argentino Clarin.