Mundo

Centenas mergulham em lago gelado para ver estátua de Jesus, visível após 4 anos

Com 3,4 metros de altura, a estátua de mármore é o único monumento do tipo, de que se tem notícia, localizado em água doce

Fernando Moreira, da Agência O Globo

Centenas de pessoas estão mergulhando no Lago Michigan (EUA) para observar uma estátua de Jesus crucificado submersa. A obra está visível após quatro anos por causa das excelentes e surpreendentes condições da água, bastante gelada.

Estátua de Jesus crucificado no fundo do Lago Michigan Foto: Reprodução/Fox News

Com 3,4 metros de altura, a estátua de mármore é o único monumento do tipo, de que se tem notícia, localizado em água doce. Ele está a cerca de 238 metros da costa, na altura de Petoskey (Michigan, EUA), perto da fronteira com o Canadá.

A escultura foi depositada no fundo do lago, a uma profundidade de 7 metros, em 1962. Ela pesa 840 quilos.

A história da estátua remonta a 1956. Uma família da vizinha Bad Axe encomendou a peça de um artista na Itália para homenagear um filho adolescente, de 15 anos, morto em um acidente em uma fazenda local, contou o "Inside Edition". Porém a família não quis ficar com o monumento porque ele se danificou durante o transporte por navio.

Em 1962, um clube de mergulho da região comprou a peça. E o destino acabou sendo o fundo do Lago Michigan. A estátua virou símbolo de recordação daqueles que perderam a vida em águas.

De acordo com a emissora WPBN, 600 pessoas - na maioria, turistas - mergulharam para ver a estátua de Jesus só no último fim de semana. Alguns vieram até do Alasca.