Mundo

CEO do Twitter anuncia doação de US$ 1 bilhão para combater o novo coronavírus

Valor é equivalente a cerca de 30% de seu patrimônio líquido

Agência O Globo

O CEO e cofundador do Twitter, Jack Dorsey, anunciou nesta terça-feira (7) que fará uma doação de US$ 1 bilhão em ações da Square, empresa de pagamentos digitais da qual possui maior participação, para combater o novo coronavírus. O valor é equivalente a cerca de 30% de seu patrimônio líquido.

Essa passará a ser a maior quantia doada para a causa até o momento. Outras grandes contribuições incluem as de Bill e Melinda Gates, que se comprometeram com US$ 100 milhões.

Num post, Dorsey explicou que a verba será destinada à "saúde e educação de meninas", além de uma "renda básica universal".

"Por que agora? As necessidades são cada vez mais urgentes e quero ver o impacto durante a minha vida. Espero que isto inspire outros a fazerem algo semelhante. A vida é muito curta, de forma que temos que fazer o que pudermos para ajudar as pessoas agora", escreveu, acrescentando que deixará tudo mostrado numa planilha pública do Google, anexada à publicação.

O documento indica que US$ 100 mil já foram concedidos ao America's Food Fund, uma organização fundada por Laurene Powell Jobs e Leonardo DiCaprio.