Mundo

Ciclone Idai avança pela África e deixa pelo menos 31 mortos

Segundo a TV pública ZBC mais de 70 pessoas estão desaparecidas

Agência, O Globo
- Atualizada em

Pelo menos 31 pessoas morreram no leste do Zimbábue, e dezenas estão desaparecidas, enquanto casas e pontes foram varridas por uma tempestade tropical, segundo a televisão pública do país neste sábado.

O ciclone Idai, que trouxe enchentes e destruição a áreas de Moçambique e Malauí, atingiu o Zimbábue na sexta-feira, cortando a energia e comunicações.

Imagens publicadas no Twitter e veiculadas na televisão mostraram estradas, casas e pontes destruídas, enquanto torres de comunicação foram derrubadas, e cabos de eletricidade bloquearam estradas no distrito de Chimanimani, 410 quilômetros ao leste da capital Harare.

A televisão pública ZBC disse que 31 pessoas morreram no distrito, e mais de 70 estão desaparecidas.