Mundo

Comissária de bordo quebra perna em sete lugares durante forte turbulência

"A força da turbulência me prendeu ao chão e meu tornozelo se rompeu completamente", disse Eden

Fernando Moreira, da Agência O Globo

Uma comissária de bordo sofreu fratura em sete lugares da perna direita durante forte turbulência. Eden Garrity, de 27 anos, estava empurrando um carrinho por um dos corredores de avião da Thomas Cook quando a aeronave atravessou uma violenta tempestade sobre o Oceano Atlântico.

O avião, que seguia de Cuba à Inglaterra, despencou imediatamente cerca de 150 metros. A força da gravidade jogou violentamente Eden ao chão, provocando fraturas na fíbula (em cinco partes), na tíbia e no tornozelo. Além disso, a comissária de bordo teve um dos pés fraturado.

Foto: reprodução
"A força da turbulência me prendeu ao chão e meu tornozelo se rompeu completamente", disse Eden.

O acidente ocorreu em agosto do ano passado, mas só agora foi noticiado pelo "Sun". Um mês após o episódio, Eden acabou dispensada pela companhia aérea. Ela ainda não se recuperou totalmente e continua sem emprego.
Foto: reprodução
A inglesa, que mora em Manchester, foi à Justiça em busca de indenização. Investigadores descobriram que a aeronave atingiu a tempestade apenas cinco segundo após o piloto pedir que a tripulação se sentasse - um tempo considerado irrisório para a reação dos profissionais a bordo.

Em setembro, a Thomas Cook anunciou falência. Dois meses depois, ela foi comprada pelo grupo chinês Fosun.