Mundo

Devolução de criança autista por youtuber vira caso de polícia

A publicação de Myke contando os motivos da devolução levantou muitas polêmicas na internet

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

A devolução de uma criança autista, que havia sido adotado pela youtuber americana Myka Stauffer, está sendo investigada após várias denúncias. A informação foi confirmada ao portal E! pelo gabinete do Xerife do Condado de Delaware, no estado de Ohio. 

A youtuber fez um vídeo contando que havia devolvido Huxley, de 4 anos, porque ele tinha "demandas especiais", as quais eles não sabiam até a chegada dele em casa. A publicação de Myke levantou muitas polêmicas na internet, uma delas com relação aos direitos de imagem da criança, que teve a vida documentada no YouTube por uma família que não é mais a sua. 

Em entrevista ao E!, Tracy Whited, responsável pelo departamento de comunicação do Gabinete do Xerife do Candado de Delaware contou que recebeu várias denúncias a respeito de uma criança local colocada para adoção. 

"Nossa primeira preocupação é com o bem-estar dessa criança, assim como das outras crianças da família", declarou. "Nossa investigação está em curso e incluirá um contato com todas as crianças para garantir a segurança delas", afirmou.

De acordo com o portal, os casos de adoção são tratados em regime de confidencialidade e devem ser analisados tanto os novos pais adotivos quanto a família de Myla. "Isso inclui estudos em casa, bem como verificações de antecedentes dos pais adotivos. Nesse caso, estamos confiantes de que o processo apropriado está ocorrendo", explicou Tracy ao portal.