Mundo

Empresa imprime sorriso dos usuários nas máscaras deles

Criações personalizadas usam cabine de fotos para confecção

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Um empresário belga decidiu levar a ideia de máscaras individuais e personalizadas a outro nível, e começou a confeccionar objetos com uma foto da parte inferior do rosto do usuário impressa nelas.

O dono da ideia é o empresário Charles de Bellefroid, que teve a empresa de produção de eventos derrubada com a pandemia. Ele usa uma cabine de foto, software e um aplicativo de celular para confeccionar as máscaras.

"Uma máscara é impessoal. Aqui, tendo nossos rostos impressos, é mais amigável, é mais divertida", comentou Virginie Thys, mãe de duas crianças e moradora da cidade de Genval, a Reuters. "Agora mesmo, estamos todos usando máscaras e sabemos com quem estamos falando. É uma grande ideia".

O processo é simples: o cliente baixa um app para tirar a foto do próprio rosto após fazer o pedido. A máscara custa 19,99 euros e chega através dos correios na casa do comprador. Segundo Bellefroid, ela pode ser lavada de oito a dez vezes.