Mundo

Empresa usa fezes de peixe para produzir maconha mais forte e ecológica

Resultado é uma erva livre de pesticidas e mais saudável

Fernando Moreira, da Agência O Globo
A Green Relief, empresa que produz legalmente toneladas de maconha medicinal no Canadá, decidiu investir em fezes de peixe como fertilizante para chegar a um produto hidropônico (as raízes ficam dentro de água) mais forte e ecologicamente mais viável.
O resultado é uma erva livre de pesticidas e mais saudável, comparada à que os canadenses estão acostumados a consumir.
"Esta é a agricultura do futuro", disse Warren Bravo, o fundador da empresa à emissora CBC. "Se você não aderir a tecnologias de agricultura sustentável, vai se tornar um dinossauro", acrescentou ele.
As 6 mil tilápias que fornecem o material orgânico vivem em tanques da empresa em uma grande propriedade em Hamilton. O processo com cocô de peixe usa 90% menos água que o método tradicional, obtendo 20% mais de maconha.
A cada cinco semanas, um tanque é esvaziado e os peixes são doados a uma entidade beneficente que oferece refeições gratuitas para a comunidade sem-teto. Os peixes são, então, renovados.
A iniciativa se provou altamente lucrativa. Em fase de expansão, a Green Relief está construindo unidades de produção de maconha hidropônica em Thunder Bay e Halifax (Canadá).