Mundo

Filho processa pais por descartarem R$ 127 mil em material pornô e vence

Homem teria notado sumiço dos materiais após ter passado uma temporada na casa da família por conta de um divórcio

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Um norte-americano resolveu processar os pais após ter a coleção de filmes pornôs e objetos sexuais, avaliados em cerca de R$ 125 mil, descartados pela família. Davi Werking, de 42 anos, venceu a ação. O caso aconteceu em Indiana, Estados Unidos. As informações são do site 'M Live'.

O homem teria notado o sumiço após passar uma temporada na casa da família por conta de um divórcio. Ao questionar o pai, ele ouviu a frase: "Francamente, David, eu te fiz um grande favor se livrando de tudo isso".



Na coleção, constavam 1605 títulos de DVDs e fitas VHS pornográficas e pelo menos 50 brinquedos sexuais. Agora, David e os pais tem até fevereiro para chegar a um acordo.