Mundo

'Fizemos sexo por telefone durante anos', disse vítima de falsa Alessandra Ambrósio

Atleta foi enganado por 15 anos por uma mulher que usava as imagens da modelo brasileira

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

A história do jogador de vôlei italiano Roberto Cazzaniga, que namorou durante 15 anos com uma golpista que se passava por Alessandra Ambrósio, segue rendendo. Em entrevista recente, o atleta disse chorando:

"Fizemos sexo por telefone durante anos". Após anos trocando mensagens e ligações ele deu detalhes sobre o assunto. "Eu sempre a chamei de amor, nunca ela. Eu tive que insistir e lembrá-la de dizer isso. Ela disse que precisava se conectar a máquinas porque sofria de dores no coração", relatou jogador ao portal "Casteddu Online".

Ele chegou a ir até residência de Valéria Satta, a golpista, mas ela não atendeu o interfone. O jogador, e o apresentador do programa que o acompanhava, tentaram convencer "Maya", nome que Valéria utilizada, a sair aos gritos. Mas sem sucesso. A golpista reformou toda a casa com o valor doado pelo então namorado.