Mundo

Homem é condenado a 11 anos de prisão por torturar namorada durante três horas

Agressões foram registradas por câmeras de segurança

Agência O Globo

Um homem de 28 anos, identificado como Stefan Carr, foi condenado a 11 anos e três meses de prisão, no Reino Unido, por ter torturado sua namorada durante três horas dentro da casa dele no último dia 5 de maio, informou a imprensa britânica nesta terça-feira.

As agressões foram registradas por câmeras de segurança que ele próprio havia instalado na residência, localizada na cidade de Castleford, no condado de West Yorkshire.

Segundo a emissora britânica "BBC", a vítima, Bethany Marchant, disse ter sido "completamente manipulada" e ressaltou que "nunca mais vai confiar em alguém".

"Estou feliz por ele estar preso e não poder machucar mais ninguém", afirmou Bethany, que também foi ameaçada de morte por Stefan.

Em uma publicação no Facebook após o anúncio da sentença, ela esclareceu que as agressões começaram depois que ela descobriu uma traição e decidiu terminar o relacionamento. A vítima disse ainda ter sido diagnosticada com transtorno de estresse pós-traumático (TEPT).

"Ele me trancou em sua casa e me torturou repetidamente da pior maneira possível por três horas (felizmente a cena foi registrada pelo circuito interno de segurança que ele tinha em sua casa)", postou.

Bethany, mãe de um menino, agradeceu aos vizinhos por terem acionado a polícia.

"Eu sou muito sincera quando digo que se os vizinhos não tivessem ligado para a polícia, Harry não teria hoje sua mãe, meus alunos de dança teriam perdido a professora e minha família e amigos teriam perdido a filha, neta, sobrinha e amiga, e assim digo para os vizinhos: vocês salvaram minha vida e sou eternamente grata".

Em maio, quando torturou Bethany, Stefan respondia em liberdade, após pagamento de fiança, por ter agredido outra namorada, que havia terminado o relacionamento em abril de 2018. No entanto, o homem continuou a sentir ciúmes e, em janeiro deste ano, tentou sufocá-la.

Por causa disso, Bethany contou ter recebido mensagens que a culpavam pelo que lhe aconteceu.

"Eu nunca pensei que Stefan iria me machucar ou fosse capaz de quase me matar, mas ele provou que eu estava errada. Alguns de vocês estão me culpando por ficar com Stefan dizendo que fui avisada, etc, mas até que você esteja no meu lugar, você não entende o quão manipulador ele era", afirmou.