Mundo

Homem é condenado por causas graves lesões cerebrais no filho de 12 semanas de vida

"Meu pesadelo é que um dia ele me perguntará, por meio de assinatura ou tecnologia, sobre seus ferimentos", contou a mãe da criança

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

Um homem, de 29 anos, que não teve o nome divulgado, foi preso por causa graves lesões cerebrais em seu filho de 12 semanas de vida. O caso aconteceu em 2016, em Carmarthenshire, no Reino Unido. 

De acordo com o jornal Mirror, o homem foi considerado culpado de infligir danos corporais graves com intenção. Ele foi condenado a dez anos de prisão.

Segundo investigações, o homem havia pesquisado na internet sobre "Dez principais motivos pelos quais odeio meu filho bebê", "Quando um bebê chorando deixa você com tanta raiva que você pode machucá-lo" e "Os bebês sentem medo?". Ele sacudiu o bebê, que ficou com paralisia cerebral, com muita força. 

A criança ficará em uma cadeira de rodas pelo resto da vida. Ele se alimenta por sonda e sofre ataques epilépticos. 

"Meu pesadelo é que um dia ele me perguntará, por meio de assinatura ou tecnologia, sobre seus ferimentos. Como posso explicar a ele que seu pai fez isso com ele? Como alguém pode atacar um bebê indefeso, especialmente quando é seu próprio filho", contou a mãe da criança no tribunal.