Mundo

Homem é condenado por matar colega de quarto esfaqueado e viver com cadáver por semanas

Matthew Chibnall alegou que só havia empurrado a faca na direção da cadeira onde a vítima estava

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

Um homem de 55 anos, identificado como Matthew Chibnall, foi condenado a prisão perpétua por ter assassinado colega de apartamento e por conviver com o cadáver por seis semanas. O caso aconteceu em abril do ano passado, no Reino Unido. De acordo com o jornal Mirror, Anil Vegad, 57, foi encontrado morto com uma facada nas costas. 

Ainda segundo o jornal, o homem negou ter matado deliberadamente seu amigo. Matthew Chibnall alegou que só havia empurrado a faca na direção da cadeira onde Vegad estava sentado para chamar sua atenção devido a um "comportamento errático".

Após o assassinato, Matthew Chibnall usou o cartão da vítima para comprar álcool e esvaziou a conta bancária do mesmo antes de se entregar para polícia. 

No julgamento, os jurados rejeitaram suas alegações depois que os promotores conseguiram provar que Chibnall tinha a intenção de matar ou prejudicar seriamente sua vítima.

"Acreditamos que ele enfiou a faca fundo na cadeira duas vezes e depois no Sr. Vegad. Chibnall poderia ter chamado imediatamente os serviços de emergência e potencialmente salvado a vida de seu amigo. No entanto, ele simplesmente deixou o Sr. Vegad morrer e roubou seu cartão para comprar álcool nas semanas após sua morte", disse a detetive inspetora Hannah Whitehouse, da equipe de homicídios da Polícia de West Midlands.