Mundo

Homem é indiciado por matar oito pessoas em casas de massagem: 'queria eliminar tentação'

Segundo a prefeita de Atlanta, Keisha Lance Bottoms, independentemente da motivação do atirador, o caso "é inaceitável, é odioso e tem que parar"

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

Na última quarta-feira (17), Robert Aaron Long, de 21 anos, foi indiciado pela morte de oito pessoas em três casas de massagens, localizadas em Atlanta, na Geórgia (EUA). As informações são da agência Reuters e da CNNN.

Após ser preso, para polícia, ele contou que é "viciado em sexo" e que frequentava casas de massagem. De acordo com Robert Aaron, o crime foi uma forma de "eliminar as fontes de tentação". 

O homem já havia ficado internado em uma clínica para reabilitação de viciados em sexo.

Segundo a prefeita de Atlanta, Keisha Lance Bottoms, independentemente da motivação do atirador, "é inaceitável, é odioso e tem que parar".