Mundo

Homem é preso suspeito de decapitar ex-chefe após demissão

Ele teria roubado 90 mil dólares e cometido crime por vingança

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

O arábe Fahim Saleh, empreendedor e fundador do aplicativo PrankDial e de duas companhias de transporte, foi encontrado morto no próprio apartamento, na cidade de Nova York (Estados Unidos), na última segunda-feira (13). As informações são da Revista Exame.

O principal suspeito é o ex-assistente pessoal de Saleh, Tyrese Devon Haspil, de 21 anos. Ele foi preso e teria cometido o crime após ser demitido quando o chefe descobrir que ele roubou cerca de 90 mil dólares. Segundo a Exame, os policiais disseram que o suspeito usou uma arma de choque para imobilizar e depois esfaqueou a vítima. Além disso, voltou ao local no dia seguinte para desmembrar o corpo.

A suspeita é de que o crime foi cometido para desviar a atenção das investigações sobre o roubo. Haspil teria comprado a arma de choque com o próprio cartão e mandou entregar na casa dele.