Mundo

Homem esfaqueia 19 pessoas e, ao menos, 13 crianças estão entre as vítimas

Segundo a rede de televisão NHK, as crianças eram alunas de uma escola católica e estavam em um ponto de ônibus esperando o transporte

Agência O Globo
Um homem esfaqueou pelo menos 13 crianças nos arredores da capital do Japão , Tóquio. Uma menina de 11 anos e um homem de 39 anos, foram mortos.

Foto: Reprodução 28-5-19
Segundo a BBC, as vítimas fatais foram Hanako Kuribayashi, aluna da sexta série, e Satoshi Oyama, funcionário do Ministério de Relações Exteriores e pai de uma das crianças.
Não se sabe ainda quais são os detalhes do ataque realizado na manhã de terça-feira (noite de segunda no Brasil) nas proximidades de  um parque em Kawasaki , cidade ao sul de Tóquio, que deixou pelo menos 19 vítimas.
Imagens transmitidas em estações de TV locais mostraram vários carros da polícia, ambulâncias e carros de bombeiros no local. Tendas médicas de emergência foram instaladas para tratar os feridos.
Segundo a rede de televisão NHK, as crianças eram alunas de uma escola católica e estavam em um ponto de ônibus, esperando o transporte escolar.
— Há outro ponto de ônibus perto da escola primária e vi crianças em idade escolar no chão. É um bairro tranquilo, é assustador ver esse tipo de coisa acontecer — afirmou um homem entrevistado pela rede de televisão japonesa.
De acordo com o jornal Asahi, uma testemunha afirmou ter visto um homem de meia idade gritando "eu vou matar vocês!" e cerca de oito crianças deitadas no chão, ao seu redor.
O suspeito, que aparentava ter cerca de 50 anos, foi encontrado morto na cena do crime após cometer suicídio, afirmou a rede de televisão NHK citando fontes policiais. Duas facas foram encontradas em um parque próximo à área.
O primeiro-ministro japonês Shinzo Abe afirmou sentir "grande raiva" do ataque e prometeu tomar medidas para fortalecer a segurança das crianças no trajeto para a escola.
— É um caso muito assustador. Devemos manter nossas crianças seguras a qualquer custo — disse o premier. — Instrui os ministros para que tomem ações imediatas para garantir que a segurança das crianças em seu trajeto escolar.
O Japão tem uma das taxas mais baixas de crimes violentos no mundo desenvolvido e os ataques em massa são extremamente raros. Apesar disso, periodicamente há incidentes que chocam a nação.
Uma onda de esfaqueamento em um ônibus escolar e um ônibus em um subúrbio de Tóquio em 2010 feriu mais de uma dúzia de pessoas.
Dois anos antes, um homem de 28 anos conduziu um caminhão até uma movimentada faixa de pedestres em Tóquio, matando três pessoas e esfaqueando mais quatro.