Mundo

Homem mata a ex após ela se recusar sexo a três

Família de Kelly sempre teve reservas quanto ao casamento por causa do comportamento abusivo e agressivo de Torbjorn

Agência O Globo
- Atualizada em

Torbjorn Kettlewell, de 30 anos, foi preso após esfaquear mais de 30 vezes a ex-mulher Kelly Franklin, de 29 anos, após ela se recusar a fazer sexo a três, que envolveria uma outra mulher, identificada como Julie Wass, de 48, que é casada.

Foto: Reprodução

O ataque ocorreu em Hartlepool (Inglaterra), em agosto do ano passado, mas só agora detalhes do caso foram revelados. Torbjorn, que usou um faca de cozinha, está aguardando o julgamento.

O casal se separou em 2017. Eles tiveram três filhos. A família de Kelly sempre teve reservas quanto ao casamento por causa do comportamento abusivo e agressivo de Torbjorn. O quadro piorou quando Torbjorn atingiu acidentalmente o rosto de um dos filhos com espingarda de ar comprimido. Kelly, contrariando os familiares, tentou encobrir o caso.

De acordo com processo, mesmo após a separação Torbjorn continuou tentando usar Kelly para realizar suas fantasias sexuais. Ele foi descrito no tribunal de Teesside (Inglaterra) como "obcecado por sexo".

Julie também foi detida por dar apoio, de carro, à fuga de Torbjorn após o ataque contra a ex. Ela afirmou que planejava pôr fim ao casamento de 30 anos e ir morar no Canadá com Torbjorn, segundo reportagem do "Metro".