Mundo

Homem morre atropelado por avião; agência investiga acidente

Rapaz, de 25 anos, foi atingido pelo trem de pouso da aeronave

Agência O Globo
- Atualizada em

Um avião que decolava do aeroporto mais lotado da Rússia atropelou e matou um armeno que corria pela pista de decolagem. Autoridades russas destacaram que o homem de 25 anos não resistiu ao ser atingido por um trem de pouso do Boeing 737 na noite desta terça-feira. O voo saiu de Moscou rumo a Atenas e não teve problemas no trajeto. O armeno teria tentado fugir da deportação.

O homem, identificado na mídia estrangeira como Albert Yepremyan, teria sido descoberto depois que a tripulação pediu aos controladores de tráfego para investigadores o incidente. Os pilotos achavam ter chocado a aeronave contra uma ave no escuro.

Yepremyan estaria em um processo de deportação da Espanha. Antes de ser levado à Armênia, ele teria sido encaminhado de Madri para Moscou. O homem teria escapado prestes de tomar o voo para Yerevan, a capital armena, após ser colocado em um ônibus na pista.

"O homem atravessou o portão do aeroporto durante embarque para um voo de Moscou a Yerevan, foi para o ônibus, mas rapidamente seguiu para a pista em vez de entrar (na aeronave)", destacou um oficial não identificado à agência de notícias Interfax. "No voo para Madri, Yepremyan começou uma briga. Ao pousar, a polícia o chamou a bordo e o deteve".

Em comunicado, a agência federal de investigação russa Sledkom destacou que abriu investigação criminal sobre a morte do armeno. A organização diz que vai analisar se o incidente violou regulações de segurança da aviação.

"Depois de passar por procedimentos de check-in para o voo, o homem se reuniu com outros passageiros e seguiu para embarcar na aeronave. Na sequência, sob circunstâncias não esclarecidas, o homem, quando entrou no ônibus, correu para as pistas do aeroporto. Depois disso, o homem parou na pista número dois, onde foi ferido fatalmente pela aceleração do avião Boeing 737", descreveu a agência Sledkom.